Jukka

 

E-mail: [email protected]

1. Jukka, estou muito feliz com a oportunidade desta entrevista, depois de mais de 3 anos que nos encontramos na Finlândia. Comente sobre os planos e lançamentos da sua Distro, a Kämsët Levyt Records. Como podemos encomendar o seu material?

Olá Joanna! Seguem finalmente as respostas, desculpa pela demora de séculos*… Acabei de receber ontem a reprensagem do Lobotomia “Nada é Como Parece” em LP (muito obrigado pela ajuda!). Foda! Também acabou de sair o novo LP de Juggling Jugulars, 1981 em 7”, Neuroottiset Pezimannit em duplo LP (Discografia), Diskelmä/Polttoitsemurha – Split em 7”… E, semana que vem, terei Sokea Piste em LP, na maioria dos lançamentos, coisas da Finlândia… Não quero falar de planos, porque muitas vezes eles não dão certo ou apodrecem, assim visitem meu site para adquirir o material!!

* NP: Esta entrevista foi enviada em 17 de setembro de 2010, e respondida à mão, em 20 de julho de 2011. Infelizmente só tive tempo para digitar e traduzir agora em 17 de novembro de 2011. Assim, algumas datas já estão defasadas.

2. Em quais bandas você está tocando no momento e, quais instrumentos? Por favor, divida com os fãs, as datas das próximas turnês e gigs.

Sotatila (Finlândia/Áustria) – Tocaremos 2 gigs na Rússia, neste fim de semana: em São Petersburgo + outro festival louco em algum lugar. Também em Puntala-Festival, na Finlândia, semana que vem + Vastavirta/Tampere.

Lapinpolthajat – 1 gig em Helsinque em agosto. Na esperança de novo material, logo.

Rajat – Nova banda, onde toco baixo. Acabamos de gravar uma Demo (te enviarei uma cópia, assim que receber as capas…), o primeiro show será em agosto.

Parei de tocar com Riistetyt ano passado… (NP: 2010)

3. Quando foi a melhor tour da sua vida? E, em qual banda você tocava no momento?

Impossível dizer! Minha primeira tour foi com Diaspora, em 1999 (Europa), foi muito legal, pois tudo era novo para mim.
Turun Tauti teve 2 loucas Euro-Tours, uma em 2002 e, outra em 2003.
Sotatila + Pisschrist foi maravilhosa na Europa em 2008.
Riistetyt, no Brasil 2007, foi uma loucura, e, nos Estados Unidos (Costa Leste) em 2010 foi foda! Muitas turnês curtas também foram legais, mas as mais longas são melhores, pois dá mais tempo dos caras se soltarem e nós podemos nos divertir mais.

4. Eu sei que você viaja muito e a todo o tempo. Existe algum lugar que não tenha conhecido ainda, mas gostaria de visitar?

Com certeza! Nunca estive na Ásia, por exemplo. O plano é ir pro Japão ano que vem. Também gostaria de ir fazer barulho na parte sudeste da Ásia. E, América do Sul, México… Costa Oeste dos Estados Unidos, Canadá, África, Austrália… Sempre viajei muito pela Europa, mas muito pouco fora dela!

5. Qual foi o país que você mais gostou? Por quê?

Brasil – Pessoas boas e país louco com punks loucos. Nunca enfadonho.
Sérvia – pessoas ótimas num país de merda. A polícia te oferece álcool.
Grécia – Caos e punks suficientes. Bonita, e não entendo o que eles dizem ou escrevem.
Países Bascos na Espanha – Squats excelentes e uma boa vibração… Posso continuar esta lista pra sempre!

6. O seu tipo de música favorito, bandas, livros, filmes, artes, comidas, bebidas.

Música: Punk, Hardcore, Metal, Goth… Tudo o que é bom. Mais de 10000000 favoritas, de muitos gêneros.
Artes: Artistas Punks: Septic, Doomsday, Sugi… Se vê muita gente boa e desconhecida nas capas dos álbuns, ou em posters de gigs. Claro que gosto de muita gente famosa também, mas, no geral, os mais loucos e estranhos. Esqueci-me de Nick Blinko? Desculpe. Pushead, Giger, artistas de capa de discos de Metal, Stiv, Halsey… + 10000 outros!
Comida: Muito colesterol para me dar ataque cardíaco, cerveja, vinho tinto, sorvete -> de vez em quando alguma coisa mais saudável pode ser bom.

7. Tive a oportunidade de ver os seus desenhos, e, eles são muito bons. Tão bons, que, como você sabe, tenho um deles no meu braço direito. Conte-nos sobre este dom e, da possibilidade de uma exposição por aqui, ou em qualquer outro lugar.

Muito obrigado! Estou preguiçoso com desenhos e exposições. Deveria fazer mais, mas sempre produzo mais quando estou muito bêbado. Os melhores deles surgem quando está um frio terrível, tenho uma grande ressaca ou, algo do tipo. Espero realizar uma exposição aí algum dia, mas tenho que desenhar mais.

8. Escolha entre as bandas que você já tocou ao longo de sua vida (ativas ou não), uma que você voltaria a fazer parte. Por quê?

Hmm, acho que nenhuma. Melhor olhar pra frente, do que pra traz! Mas, por que não tocar em algum show especial, com quaisquer das bandas, por diversão.

9. Defina em uma palavra: você mesmo, um lugar para morar, um sonho e uma paixão.

Acho que sou sortudo de ter o que preciso agora. Apenas, espero que tudo permaneça como está.

10. Quando o Brasil terá a primeira apresentação de Sotatila, a próxima tour de Riistetyt ou até mesmo apresentações de suas outras bandas?

Gostaria muito de tocar aí com Sotatila! Nós falamos nisso há anos. Espero que aconteça logo, já que começo a me sentir muito velho para turnês. Quanto ao Riistetyt, parei de tocar com os caras, assim, não sei informar nada a respeito.

Jukka “Jukkeli” Nakari
E-mail: [email protected]
Myspace: “Sucks”. Facebook: Jukka Jukkeli Nakari
Sites: Distro, Kämäset Levyt Records: www.punkinfinland.net/kamanen
Sotatila: www.punkinfinland.net/bands/sotatila
Lapinpolthajat: www.punkinfinland.net/bands/lapinpolthajat

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas