Krow

 

Perguntas: Manu” Joker”
Respostas: Guilherme Miranda

1) Fala meu camarada, vocês acabam de finalizar o primeiro cd da banda em Goiânia e gostaria que nos contasse mais detalhes sobre essa gravação. Vocês ficaram satisfeitos?

Isso, finalizamos as gravações no final do ano de 2008, e agora estamos realizando os acertos necessários na mixagem e tudo mais, o que no caso já é por conta do estúdio. A princípio estamos muito satisfeitos com o trampo, a produção do Gustavo Vasquez e do Luiz Maldonalle é de primeira qualidade e eles botaram a gente realmente pra tocar. Eu senti que cheguei lá de um jeito e saí totalmente mudado, foi durante a gravação do full-lenght que a gente conheceu o que é a banda, pra onde ela caminha, o que almeja e quais as deficiências a serem sanadas.

2) Da hora primo! Antes do cd o Krow gravou uma demo que foi bastante divulgada na cena underground, como foi feito esse trabalho?

Olha “Contempt For You” é um trabalho que com certeza marcou muito minha vida, pois eu queria um material mais profissinal e consistente enquanto banda e esse EP concretizou tudo isso. Tivemos a sorte de ter lançado ele em um momento onde o myspace começou a ganhar um enorme espaço e as resenhas de revistas e zines não paravam de aparecer. No myspace da banda todos os dias eu recebia emails, comentários e a coisa foi criando corpo de uma forma natural e que a gente não esperava. Daí pra frente a divulgação foi a tradicional mesmo, cartas, emails e os shows.

3) Qual o nome do novo trampo? A pouco fiquei sabendo que a capa do cd será feita pelo renomado Gustavo Sazes, o que pode nos adiantar sobre isso?

O novo play irá se chamar Before the Ashes. A respeito da capa o Sapão (nosso baixista) tinha o contato do Gustavo Sazes, então trocamos uma idéia com ele, mandamos uma pré-mix da faixa título com a letra, ele se interessou e começou a fazer o trampo. Até o presente momento tudo que ele nos enviou foi aprovado, acho que ele captou muito bem a idéia do cd.

4) O Krow faz um death metal que ao mesmo tempo lembra coisas mais antigas com bandas mais contemporâneas. Quais as principais influências de vocês?

Pow, massa você citar isso ! Cara a gente ouve muita coisa, e isso acaba de certa maneira se refletindo em nossas músicas. O Mark por exemplo ouve muito metal tradicional, thrash, retro thrash, death e tal. O Sapão é muito influenciado por hardcore , death metal, e essa nova leva de bandas americanas com som técnico e brutal na linha do Black Dahila Murder. O Jhoka pira em bateria ignorante (risos), tipo essa escola polonesa de death metal. E eu ouço tudo isso e mais os sons bem anos 80, somados aos sons modernos a lá Lamb of God e claro muito death metal de todo lado, principalmente essa leva da Polônia. Um consenso geral é o Slayer do “Show No Mercy” ao “Christ Ilusion” (risos).

5) Pode crer, SLAYER é referência pra todo mundo que faz metal extremo e não tem jeito, os caras são foda! Sobre a escola polonesa de bandas como Behemoth, Decapitated e em especial o Vader, pra mim é algo que identifico no som de vocês desde a demo mas o legal é que vocês deixam a coisa com uma cara thrash que eles não tem… é death metal mas o thrash ta ali sempre a espreita (risos). Mudando de assunto, quem fará a masterização do cd e o porque da escolha?

A masterização será feita pelo West West Side Music de Nova Jersey com o Alan Duches que fez muitas bandas já conhecidas como por exemplo o Mastodon. A escolha foi feita pois queríamos agregar algo diferente ao resultado final do cd, é como adquirir uma sonoridade mais cristalina, brutal e própria. O Gustavo já havia trabalhado com o Alan e sugeriu nosso nome lá, no momento estamos em negociação pra mix entrar logo em estúdio para que possamos ouvir o que é que tá virando essa parada !

6) Quais os planos da banda para 2009? Já tem alguma data marcada?

Bom 2009 é o ano em que decidimos trabalhar a fundo na banda, porém com muita calma e paciência para organizar as coisas da melhor forma possível. No momento estamos trabalhando bem naquela onda de bastidores mesmo, acertando tudo para o cd, desde a mix, até a capa, passando pela master, fechar distros, selos e tudo mais. Os planos por agora são esses, as datas já estão pintando, mas resolvemos ainda não fechar nada para focar em fazer o melhor para o cd e montar um bom show.

7) O espaço é de vocês para falarem o que quiserem. Obrigado pela entrevista e força pro KROW!

Opa, eu que agradeço, e sempre repito os agradecimentos a todos que nos apóiam de todas as formas, pois somos uma banda que gosta de palco, do público, de estar com a galera mesmo, e essa interação sempre rola ! O que posso adiantar até agora do próximo trabalho é que estamos nos esforçando ao máximo para extrair o melhor que está ao nosso alcance, e da minha parte já não vejo a hora de cair na estrada tocando. Afinal isso é o que a gente mais gosta de fazer (risos)!!!

Contatos com a banda:
Myspace: http://www.myspace.com/krowmetal
Fotolog: http://www.fotolog.com/krowmetal

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas