Porcos Cegos

 

Perguntas: Cremogema
Respostas: Henrike

A banda começou como Blind Pigs, o que houve na banda para mudar de nome?

Porcos Cegos é a nova fase do Blind Pigs, com tudo 100% em português, para dar um pouco mais de valor ao que é nosso. A tradução do nome já vinha sendo pensada desde o CDEP Porcos Cegos do Blind Pigs de 2004, com somente 4 músicas e todas elas na língua pátria.

A forma das letras também mudou, deixou do inglês para o português, qual o motivo desta postura da banda?

As mensagens ficam mais claras. Fica melhor para a galera cantar junto comigo nos shows.

Em entrevista ao Hangar 110, você(Henrique) disse que a banda toca para todo tipo de público, punk, hardcore, oi,entre outros…a banda tem algum idealismo “oi”?

Olha, eu não sei te dizer bem o que seria esse tal de “idealismo oi” que você cita. Oi para mim é um estilo de som, surgido no começo dos anos 80 na Inglaterra, com bandas como Cocksparrer, Cockney Rejects, Blitz, Toy Dolls entre tantas outras que foram consideradas a segunda onda do Punk Inglês. Bandas atuais prestam tributo para essas bandas como o Rancid que gravou “Someone’s Gonna Die Tonight” do Blitz em seu EP “radio radio radio”, Dropkick Murphys já gravou umas três músicas do Cocksparrer. Enfim, até bandas como o Clash gritam Oi, como na música “Carreer Oportunities”. O que eu quis dizer na entrevista do hangar é que estou cagando para os rótulos de quem ta nos shows dos Porcos.

Por quantas formações vocês passaram desde o início?

Muitas para citar aqui. Mas eu e o Gordo estamos desde o início em 1993.

5Qual show e qual turnê mais marcou a banda?

Definitivamente o show os US Bombs no hangar no ano passado quando o Duane Peters (sem ser convidado) subiu no palco para cantar “White man in Hammersmith Palais” (um cover do Clash) comigo. Acho que outro grande momento da banda foi ter sido protagonista do filme canadense “The Punks Are Alright” junto com uma das minhas bandas favoritas, o Forgotten Rebels.

O punk acabou? Ou só está passando por mais uma turbulência?

Se ainda houver idiotas que saem pela cidade esfaqueando e matando em nome do punk….a coisa vai acabar rapidinho.

Quais as influências da banda?

Pessoas que ainda tem a coragem de seguir na contramão.

O país passa por uma crise área, com vários acidentes de aeronaves em nosso espaço, a banda tem confiança em viajar via aeroportos, ou prefere a velha forma da van?

Agora só viajamos de navio, navio de guerra, tipo porta-aviões ou até de submarino, mas aí tem que ser nuclear.

O que vocês pensam sobre a volta do Sex Pistols em comemoração aos 30 anos do primeiro álbum?

Acho que já falamos sobre isso lá atrás em 1996 no CD São Paulo Chaos na música “No Pistols Reunion”. Mas pôrra, naquela época (1996) eu era apenas um moleque que não sabia de pôrra nenhuma, hoje em dia não estou nem aí, cada um faz o que bem entender.

10- Bate e volta:

4 bandas gringas: The Clash, Forgotten Rebels, Pogues, Johnny Cash And The Tennessee Two.
4 bandas nacionais: Qualquer banda underground, independente do estilo, que não fique babando ovo de ninguém.
1 livro: American Hardcore.
1 cd: acho que no momento Tim Armstrong “A Poet’s Life”.
uma frase: faça do seu sonho sua ousadia.
nos tempos livres: fico com meus filhos.

Como tem sido a agenda da banda? Tem tocado muito?

Não. Muito pouco. Tenho dedicado mais tempo em ser pai.

Projetos para 2008, o que vocês tem em mente?

clip de Heróis ou Rebeldes, que já está pronto mas só será lançado em 2008.

Do cd ao vivo para cá,qual a análise da postura de palco e atitude de vocês? Mudou muita coisa?

Não sei cara, acho que quem responderia isso melhor seriam os fãs.

Já se passam vários anos do apartheid, mas o preconceito e o racismo ainda continuam. O que se deve fazer para mudar essa situação?

Educar melhor as crianças. Parece uma resposta idiota, mas é sério. O preconceito começa em casa.

A divisão de vagas em faculdades por raças seria um racismo indireto?

Não sei, não entro em questões do tipo. meu lance é música.

O Porcos Cegos aceitaria um convite para tocar em programas como “Domingao do Faustão, Gugu, Raul”?

Você tá falando sério?

Cpm 22 é divulgado pela mídia como hardcore, como vocês vêem isso?

Não estou nem aí, é apenas um rótulo.

Contatos para shows, resenhas, ouvir som, fazer download, e adquirir material?

www.porcoscegos.com todos nossos CDs estão lá para download gratuito.

Qual a mensagem da banda para todas as pessoas?

Citando uma parte da música Heróis Ou Rebeldes: “faço o que quero não te devo explicações, nunca pedi para você confiar em mim.”

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas