Static Majik

 

Perguntas: Cremogema:
Respostas: Statik Majik

Vocal: Rafael Tavares
Guitarra: Marlon Guedes
Bateria: Luís Carlos
Baixo: Thiago Dominogorgoth

O hard rock seria a grande influência de vocês, ou o punk também faz parte, como Mc5, Stogges?

Luis Carlos – Não diria tanto do punk, é bem mais hard rock dos anos 70 mesmo, misturado com o metal e doom metal.

A quanto tempo estão juntos na correria?

Luis Carlos – Desde 2002 estamos na batalha, mas essa formação é de 2007.

Marlon – …e preparando o novo trabalho, aguarde que boa coisa virá.

Principais feitos para vocês desde a formação do grupo?

Luis Carlos – Participação em ótimas coletâneas , tocar com o Sepultura no roça and roll em varginha. Estamos voltando a Minas agora e tocando no Goma com U-ganga e seu Juvenal…temos feito muitas entrevistas recentemente, o que tem divulgado bastante nosso som e estar gravando e investindo na banda e para o novo trabalho é o que estamos mais acreditando agora, pois o esforço e dedicação tem sido bem maior em comparação aos outros..

Afinal, de onde surgiu este estilo, Stoner Metal?

Luis Carlos Cara, sei lá… Foi a gente que inventou essa porra (risos)…
na verdade desde o início dos anos 90 e nesse tipo de som é claro a influência dos anos 70 e em bandas com kyuss, orange goblin, eletric wizard, etc…mas chamavam a gente de tudo quanto era estilo e para parar com isso optamos por esse.

Como andam as coisas no rio?

Marlon – anda a passos lentos, poderia estar melhor, não há apoio e existem poucas pessoas que fazem acontecer por aqui, as pessoas centram atenção em um só estilo ou cover e não abrem a cabeça para outros estilos e assim fica difícil, mas não estamos nem aí, fazemos o que a gente gosta e modismo passa, é que nem febre (risos).

Como foi a viagem do rio para cá?

Luis Carlos – Só aproveitamos para dormir, O Thiago (baixista) dormiu em posições obscenas, o Marlon(guitarrista) ronca muito e o Rafael dorme demais e eu fiquei acordado demais e quando tento dormir, pisam no meu pé durante a viagem ou me acordam para entrevista (risos).

O que espera do show de hoje, qual a expectativa?

Luis Carlos – com muita expectativa porque estamos sem tocar desde agosto de 2007, e o Thiago (baixista) fará sua primeira apresentação ao vivo conosco! Vai ter uns amigos para fazer uma bagunça no palco com a gente…não é “Manoel Henriques (manu)” ? (risos)

Gostaram da estrutura, aparelhagem?

Marlon – A gente toca em qualquer lugar, seja pra mil ou 10 pessoas mas aqui está bem melhor que muito lugar no Rio.

Luis Carlos – e tocar fora do estado onde você reside é sempre legal, então, nossa expectativa é ainda voltar pra cá e tocar de novo e também fazer Sp e por aí vai.

Contatos:

www.Statikmajik.net
www.myspace.com/statikmakikbrazil

Email/ msn pra shows: [email protected]

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas