Unearthly

 

Perguntas: Hedrey
Respostas: M.Micthian

O Unearthly é uma das mais respeitadas bandas de Black metal do Brasil, iniciou suas atividade em 1998 e em 2000 lançou o primeiro material demo Blessed Are The Destroyers Of False Hope. Em 2001 o 2ª CD Demo Living Under The Sign Of Blasphemy. Em 2002 a horda lança o seu primeiro full length Infernum – Prelude To A New Reign. Em 2003 sai o 2ª álbumBlack Metal Commando. Em 2007 é lançado o EP ao vivo Revelations of a Holy Lies…Live. Em 10 anos de banda o Unearthly já se apresentou em diversos estados do Brasil, em grande festivais, turnê pelo nordeste e até turnê Sul americana passando por 5 países da América latina. A banta sofreu algumas mudanças na formação e atualmente conta com o seguite line-up: Eregion (guitarra e vocal), M.Mictian (bass), Dennie Arawn (guitarra), Mauro M. Duarte (bateria).E prepara o lançamento do seu 3ª álbum “Age of Chaos”, que tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2009, pela Free Mind Records. Essa entrevista foi respondida por M.Mictian que é o baixista e principal compositor da horda.

O Unearthly completou em 2008 10 anos de banda, o que muda na forma de pensa de um musico de Black Metal no Brasil com 10 anos de estrada? Quais as principais diferenças na maneira de ver o movimento Black Metal no Brasil de 10 anos atrás comparando com o que ocorre hoje em dia?

Sinceramente mudou pouca ou quase nada, acho que algumas bandas melhoraram estão tentando trabalhar com certo profissionalismo, mas é muito pouco, muita gente ainda acha que Black metal tem que ser mal feito, mal tocado, mal produzido quando isso na verdade é um grande equivoco, por outro lado temos os supostos produtores de shows que na grande maioria são amadores, infelizmente isso é uma grande realidade, mas acredito que algo vá acontecer de bom creio que teremos que esperar e ver com o tempo.

Em 2009 a banda irá lança seu 3ª álbum “Age of Chaos” o que de diferente há nesse lançamento em relação ao trabalho anterior “Black Metal Commando” houve alguma mudança de sonoridade ou temática das letras?

Age Of Chaos tem muitas influencias de death metal talvez isso seja o mais relevante com relação ao Black Metal Commando, mas essas influencias deixou o álbum mais forte ,agressivo,ríspido e com certeza é o melhor álbum nosso o acabamento final ficou ótimo alcançamos um nível muita acima do que estamos acostumados a ter aqui no Brasil sobre a temática continuamos atacando toda falsidade e hipocrisia cristã mas com uma outra visão procuramos abranger algo mais universal e realista do assunto.

A horda sofreu algumas alterações na formação, onde M. Mictian passa para a guitarra, e Eregion assume o baixo/vocal. Essas mudanças afetaram a forma de composição da banda? Essas mudanças já serão vista em Age of Chaos?

Essa formação durou apenas 3 shows(risos) voltamos com Eregion para guitarra e vocal eu no baixo e D.Arawn voltou para a banda assim que resolveu seus problemas familiares e agora temos Mauro Duarte na bateria essa foi a formação que gravou Age Of Chaos e estamos bem ,espero que possamos ficar o máximo de tempo possível com esta formação;Eu sou o principal compositor e sempre compus as canções do Unearthly na guitarra desta forma essa mudança que houve não trouxe problemas nenhum a banda.

O Unearthly abandonou o uso decorpse paint, qual a razão pra essa mudança? Essa mudança reflete também na sonoridade da banda ou somente na questão de visual?

Não tem nada a ver como o som, o Unearthly continua sendo uma banda de Black metal usando ou não Corpse paint, o que acontece é que não vejo mais tamanha importância em usar a maquiagem mesmo porque até bandas de White metal usam, a partir disso não acho que seja algo tão grandioso e importante o corpse paint.

Vocês fizeram uma turnê pela América do Sul que resultou no lançamento de um CD ao vivo “Revelations of a Holy Lies…Live”, como foram os show? Quais os pontos altos dessa turnê?

Foi uma aventura diferente e ao mesmo tempo muito gratificante foram 12 shows entre Bolívia, Peru, Equador e Colômbia, lugares muito diferentes do que estamos acostumados, mas foi muito bom poder estar nestes lugares fomos bem recebidos e tentamos retribuir da melhor maneira possível o público é insano e transmitiam essa loucura para a banda os shows foram basicamente assim insanidades de publico e banda os shows do Peru e Equador foram os melhores estavam mais cheios e com uma organização muito boa.

Depois do lançamento de Age of Chaos quais os planos da banda? Já tem alguma turnê programada?

Sempre estamos prontos para os palcos e com certeza queremos sim fazer uma turnê e divulgar o álbum e se tivermos a oportunidade de estarmos na estrada nos apresentando e fazendo o que mais gostamos será gratificante, a idéia é agendar o máximo de shows possíveis e espero que consigamos.

Recentemente um show do Unearthly que ira acontecer na Cidade de Anápolis GO no dia 21/12 foi cancelado, qual o motivo do cancelamento de um show que estava sendo bastante divulgado?

O que eu sei pelo nosso agenciador de shows é que quem cancelou foi os próprios organizadores de Anápolis, alguns dias antes do show eles entraram em contato mandando essa noticia que não poderiam fazer o show algo que já estava acertado e confirmado a meses e desta forma acarretou que teve que ser cancelado também Brasília que seria 20/12/2008 uma pena que ainda exista pessoas que agem desta forma amadora e com essas atitudes que atrapalham o trabalho de outras pessoas.

O Brasil é um país de população em sua grande maioria Cristã. Como é ser um dos maiores representantes do Black Metal em nosso país? O Unearthly já vivenciou algum problema junto às igrejas? Algum problema de censura? Ou problemas com white metal?

O cristianismo sabe o quanto são hipócritas e nunca entraram em nosso caminho eu não os respeito e todos que me conhecem sabem disso é bom que eles vivam no lugar deles sem nos perturbar.

Qual a opinião do Unearthly sobre movimentos neonazistas dentro do black metal? O que vocês acham dessas bandas? NSBM?

Eu acho que cada pessoa faz o que bem quiser de sua vida ou qualquer outra coisa, desde que não me prejudique em nada.

Recentemente o vocalista da horda Gorgoroth Gaahl, assumiu publicamente ser Homossexual, qual a sua opinião sobre a presença de homossexuais dentro da cena Black Metal?

Homossexuais há em todo lugar da sociedade o metal não é um “grande privilegiado” com isso e se ele acha que isso é o melhor para sua vida, que assuma a responsabilidade.

O Brasil tem revelado grandes hordas de Black metal, que nomes dentro do Black metal nacional você destacaria e indicariam? E a nível mundial?

Temos uma enormidade de bandas fica difícil falar, eu com certeza acabaria esquecendo algumas e seria uma grande injustiça então prefiro não indicar nenhuma ,mas posso dizer que temos sim grandes bandas fazendo um trabalho sério,honesto e profissional…

Bom eu agradeço a atenção em nome do Cultura em Peso!! E deixo aqui o espaço pra Unearthly falar mais sobre o que vem por ai em 2009!…

2009 é a “Era do Chaos” esteja pronto para ela…Age Of Chaos nosso novo álbum disponível em 2009 um grande abraço a todos e nos encontramos em nossas celebrações…Obrigado ao Cultura em Peso pelo apoio e por nos dar este espaço…

CONTATO PARA SHOWS:
[email protected]
www.unearthly.com.br
www.myspace.com/unearthlycommando

DISCOGRAFIA:
Infernum – Prelude to a New Reign 2002
Black Metal Commando 2003
Unmercyful Personalized Bestiality 2007
Revelations of Holy Lies…Live! 2008

Revelations Of Holy

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas