Reflexão anárquica

Reflexão anárquica


Para um primeiro texto talvez fosse legal explicar quem sou…
Sou um cidadão comum com o direito de liberdade de expressão, e como todo cidadão possui o direito de pensar, refletir e agir.
Estou aqui  diante de mais um de meus direitos com o proposito de refletir sobre o anarquismo e expressar minha visão que denomino uma visão anarco-socialista.

Ela (anarquia) que por muitos é vista como algo utópico ou um ato inconsequente, neste pais/mundo poderia ser muito bem implantada.
Acredito eu que com algumas ramificações.
Eu penso sempre sobre esse tema anárquico e ao longo de tempos pensando sobre anarquia pude notar, que anarquia e igualdade sempre andam juntas.

Hoje me auto denomino um anarco-socialista, justamente por isso.
Vejamos!
Anarquia derrubar a sociedade e todas as leis que a cercam para que assim possamos com nossas próprias mãos  fazer a lei!
“Há de ser tudo da lei”. (1)

Penso que se derrubarmos, de forma sensata teremos que reconstruir.
Então que reconstruamos e façamos a nossa lei.
A lei que nos faça bem e que não de privilégios/prejuízos a ninguém.
Penso que já que o povo em nosso sistema altamente democrático é sempre obrigado a votar em alguma cabeça que controle seu pais e que faça por si só as leis que nos manipularam.

Façamos bem melhor!
Votações sim, mas para leis estipuladas por nós mesmo e eleitas por uma grande massa.
Já que votamos e seguimos sempre isso e sempre vimos algo de errado.
Ergamos de forma democrática boas leis.

Que haja um governo!
Mas  que o mesmo cumpra as leis do povo.
Votaremos em nossas leis e por nossa preferencia escolheremos o bom sistema e as boas leis.
Dessa forma democrática.

Não reclamaremos mais pois as leis serão feitas por nós.
E as mesmas escolhidas por nós.
Por um povo  unido que jamais poderá ser corrompido.
E como um povo que luta para não estagnar!
Dentro de um sistema ANARCO-SOCIALISTA!

1-Raul Seixas

(PANICO)

Comentários

comentários

Matérias relacionadas