Entrevista com Hidromel Alfheim !

Salve galera ! Eu sou Guilherme Barini, vulgo Barba-Ruiva, e essa é a primeira coluna que escrevo para o Cultura em Peso. Vou escrever sobre cultura nórdica, algumas coisas sobre paganismo e óbvio, Viking Metal. A começar por uma coisa fundamental na vida de todos que saem para seus devidos rolês:
Bebida ! E bebida das boas, nesse caso, hidromel ! O hidromel é uma bebida feita  consumida desde a antiguidade. Além de ser consumida em Roma e na Grécia Antiga, outras culturas antigas consumidoras desta bebida foram os celtas, os saxões e os vikings. Também era conhecido o consumo de uma bebida similar pelos maias. Existia a tradição de que os casais recém-casados deveriam consumir esta bebida durante o primeiro ciclo lunar após as bodas para nascer um filho varão. Daí surgiu a tradição atual da lua de mel.

O Anderson, da Alfheim Hidromel, de Porto Alegre/RS nos concedeu essa entrevista e nos contou um pouco mais sobre essa bebida, que por sinal, é muito gostosa !


Cultura em Peso: Muito bem! Primeiramente gostaríamos de agradecer a atenção de vocês que fabricam essa bebida tão boa (risos).  O que levou vocês a produzirem o Alfheim Hidromel?

Alfheim Hidromel: Hail! Antes de tudo, gostaríamos de agradecer a oportunidade concedida pelo interessantíssimo site Cultura em Peso! É uma satisfação estar falando um pouco mais dessa nossa deliciosa bebida que é o Alfheim Hidromel! Bem, o que nos levou a produzir o Alfheim Hidromel foi a própria magia e história que envolve essa bebida tradicional aliada ao nosso interesse e afinidade a tudo o que tem relação com a história, tradição, encantando pela história Viking-Mitologia Nórdica. No início começamos a fabricar o Alfheim Hidromel para consumo próprio (e é bem verdade que até hoje  é produzido uma cota somente para nosso consumo interno digamos assim hehehehe), aí os amigos foram degustando, apreciando e gostando e então decidimos começar a produzir para comercialização. E ficamos gratos pela grande aceitação dos clientes, amigos e irmãos que nos prestigiam.

CP (sugerida pelo Anderson): Uma pergunta que não quer calar: Por que o nome Alfheim Hidromel?

Alfheim: Esse nome nos foi sugerido por uma Elfo (risos), isso mesmo o nome vem da Mitologia Nórdica, na qual Alfheim significa: Morada dos Elfos de Luz!

CP: Aonde fica a fábrica ? (Vikings de plantão, anotem isso, iremos visitar lá…)

Alfheim: Como a nossa produção é uma produção artesanal, ainda estamos produzindo em instalação própria em minha residência aqui em Cachoerinha – Grande Porto Alegre / RS. Mas estamos planejando e nos estruturando para ampliar as instalações e inclusive montar um espaço bem legal e temático para visitações. Lugar esse onde será um prazer receber os irmãos…(risos)

CP (Detalhes do entrevistador a parte): Já estive diversas vezes alcoolizado devido a poderosa bebida doadora de inspiração (risos). Hidromel é uma coisa que aprecio muito. Me contem, qual o grau alcoólico desse ? Vocês produzem ou pretendem produzir outras variações de sabores da bebida ? Se sim, quais são ?

Alfheim: Olha…e é uma bebida inspiradora mesmo…A capacidade criativa vai lá nas alturas não é mesmo (risos)…Volta e meia também aumentamos nosso potencial criativo com essa bebida…Afinal é o Hidromel a bebida da poesia não? (risos).  Quanto ao teor alcoólico do nosso Alfheim Hidromel Tradicional fica em 12%…. Temos sim uma variação deliciosa da bebida que é o Alfheim Hidromel Tipo Metheglin Hibiscus Blomst, cujo teor alcóolico é 13%, e é uma combinação deliciosa de Hidromel com flores de hibiscus que cativa a todos por sua magia misturada a paixão…

CP: Por quanto tempo a bebida fica fermentando ?

Alfheim: O nosso Alfheim Hidromel fica um bom tempo fermentando. Na primeira etapa, na qual a fermentação é mais intensa e borbulhante (risos) ele fica 21 dias fermentando. Depois é feita a primeira transfega, ou seja transferência para outro recipiente e retirada de grande parte do fermento morto. Mas aí a bebida continua fermentando, passa por sucessivas transfegas, até ser acondicionada em barril de carvalhos para amadurecer, no total entre fermentação e envelhecimento o nosso Alfheim Hidromel fica de 5 (mínimo) a 8 meses. Importante ressaltar que desde o início optamos por numerar nossas garrafas para um controle e qualidade maiores. Isso mesmo, nossas garrafas além do numero de lote são numeradas também.

CP: Vocês poderiam contar por cima, dar uma geral, nas etapas de produção do hidromel de vocês ?
Alfheim: Claro, só não podemos contar nossos segredos de produção, a alma do nosso hidromel em detalhes (risos). A produção do hidromel segue procedimentos semelhantes aos de fabricação de um vinho, com as operações de preparo e correção do mosto, preparo de pé de cuba, inoculação de levedura, fermentação e o envasamento. Importante:

Mel – Implica diretamente na qualidade e no produto final de sua bebida (cor, gosto etc)
Levedura (fermento) – A Saccharomyces cerevisiae é uma levedura unicelular que se multiplica por brotamento, aumentando rapidamente a sua população em meio favorável contendo açúcar.
Água – Matéria prima de grande importância, pois deve ser de boa qualidade, (água mineral).
Tudo sempre realizado primando pela higiene e qualidade!

Só não vou dizer que está bom porque não tem uma garrafa comigo no momento !

Só não vou dizer que está bom porque não tem uma garrafa comigo no momento ! Foto Extraída do Facebook !

 

CP: Que medidas vocês tomam quanto a higienização do processo ?

Alfheim: Essa parte é fundamental, nós temos o cuidado de higienizar todos os utensílios e material utilizado com solução de cloro ativo e também com álcool. Fundamental para assepsia e esterilização necessárias para evitar contaminações. Além do uso de luvas de látex e paramentos. Temos também um cuidado muito grande com a qualidade dos ingredientes utilizados, mel de boa qualidade e procedência, usamos somente água mineral de ótima qualidade e levedura idem. Tudo para proporcionar satisfação e alegria ao nosso consumidor que pode ter a confiança e ter a certeza de estar degustando e curtindo um delicioso, saudável e único Alfheim Hidromel!

CP: Já chegaram a vender para pessoas de algum outro país ? 

Alfheim:
Quem dera!. (risos)…Mas por incrível que parece vendemos sim, para uns amigos uruguaios que estavam passando férias aqui no Brasil (risos). Na realidade, vendemos para todo Brasil, através de nosso anuncio no mercado livre e enviamos de forma segura e bem acondicionada para todo o País. Tem clientes e amigos nos mais diversos estados. E queremos consolidar e atender cada vez mais e melhor nossos clientes, amigos e irmãos espalhados por esse Brasilzão (risos).

CP: Contem aí para o pessoal que acessa o Cultura em Peso, como eu posso adquirir o Alfheim Hidromel ?

Alfheim: Claro. Essa parte é importantíssima (risos). Para você e o pessoal que quiser conhecer um pouco mais e adquirir nosso delicioso Alfheim Hidromel disponibilizamos anuncio no Mercado Livre que pode ser acessado no site:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-457585421-hidromel-alfheim-750ml-nectar-dos-deuses-receita-viking-_JM. Além disso é possível nos contatar em nosso perfil facebook : https://www.facebook.com/alfheim.hidromel

 

CP: Para terminar, ainda não provei do vosso hidromel, espero resolver isso em breve e obrigado pela atenção !
Alfheim: Hail! Olha meu irmão, falando em facebook, nós temos sempre várias promoções e sorteios interessantes para quem quiser participar. Atualmente estamos com dois sorteios em parceria com o pessoal do ótimo perfil Mitologia Nórdica. A primeira promoção valendo uma garrafa do Alfheim Hidromel Tradicional para o melhor desenho do deus Thor feito a mão e o segundo valendo um delicioso Alfheim Hidromel Tipo Metheglin Hibiscus Blomst para a melhor e mais criativa  frase contendo Alfheim Hidromel e Mitologia Nórdica…Todos estão convidados a participar. Quem sabe você não ganha uma dessas (risos). Agradecemos imensamente a oportunidade e espaço concedido para esta entrevista.Fica aqui  o nosso muito obrigado! Estamos a disposição sempre. Um grande Abraço da Equipe Alfheim Hidromel!  E que os Elfos de Alfheim vos acompanhem sempre!

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas