Máscaras contra os cães de guarda do capitalismo

 

aptpix_brazil_confed__fran

 

Depois de tudo que já foi dito sobre as manifestações diversas que ocorreram em nosso País, percebo que de tudo já se foi falado, desde apoio incondicional aos manifestantes, até declarações fascistas e preconceituosas de um pessoal que não perceberam, mas são de direita, e até ataques abertos de membros da direita. Mas sinceramente o que mais tem me incomodado hoje, é o esforço da mídia em criar um vilão, eles usam termos como “mascarados”, “vândalos” etc… para descrever a parte mais radical e consciente de todo movimento, se é que ele pode ser chamado assim. Mas o que irei expressar aqui não será a atitude da direita nisso tudo, muito menos o papel da mídia direitista que se esforça pra tirar a legitimidade do protesto e de ações violentas contra os símbolos do capitalismo e da burguesia (hoje disfarçada de classe média), irei falar de algo que praticamente passou despercebido da grande maioria, principalmente das grandes mídias que se limitaram a apenas pontuar alguns abusos, mas sempre jogando nas costas dos manifestantes anarquistas e comunistas, que não aceitam a opressão pacificamente como a grande massa que corre ao primeiro barulho de tiro de borracha, que sai em desespero ao primeiro levantar de braço de um PM, sem citar na realidade que tudo é uma reação da parte da população mais prejudicada, da parte da população mais politizada e da parte da população menos alienada.

A violência da Policia nessas manifestações pelo Brasil foram destaques negativos até em Países reacionários, e organizações, como a Human Rights Watch pediu mais investigações imparciais sobre o abuso da PM, até a Anistia Internacional demonstrou preocupação com o que aconteceu e vem acontecendo nas ruas das cidades do País, pois mesmo a mídia tentando mudar o foco, citando o revide aos PMS como ataques, eles não citam que no início todos nós, anarquistas, comunistas, classe média, pequenos burgueses, desavisados, GLBT, todos… todos que estavam nas manifestações, fomos de cara limpa, e sem armas, porém tomando borrachada na cara, bomba na cabeça e sendo tratados como inimigos fomos obrigados a reagir… máscaras pra se proteger de vocês, vinagre pra nos proteger de vocês, pedras e coquetel molotov pra nos proteger de vocês.

A mídia não separa as coisas e muito menos esclarece que o confronto que acontece nas ruas do Rio, nas Ruas de São Paulo, nas ruas do Brasil, não é puro vandalismo contra o País, não é agressão acéfala contra o patrimônio público ou privado, é uma taque consciente contra o capitalismo, é uma contra ataque violento sim, contra sua PM, cães de guarda da burguesia fascista, que se emocionou ao marchar lado a lado conosco, mas agora que perceberam que não somos como eles, que não nos calaremos ou sairemos das ruas por migalhas, que não fugiremos das balas de borracha, do gás, das bombas, do cacete e da opressão Estatal de um governo que balança de um lado para o outro tentando satisfazer a classe que os sustentam, mas disfarçada de popular e de aliado do pobre… mas esse pobre é aquele que ao ver a chance de invadir uma loja das Marisa e ter a peça que nunca teve, o fez, não por ódio a indústria de transporte, nem por estar indignado com a política de coalizão que o governo faz, muito menos por causa do aumento acima da inflação dos planos de saúde, mas por viver em miséria absoluta, por não ter percepção alguma de que a mentira que lhes contaram era apenas para manté-los aprisionados na ignorância fenomenal de esperar uma justiça divina… alguns não… alguns foram lá e tomaram!! Alguns foram presos e espancados por isso …. mais opressão , mas violência …

Sou a favor de se colocar fogo na prefeitura , sou a favor de invadir o palácio do planalto e enforcar um por um , sou a favor de irmos para as ruas , armados , enfrentar o braço armado da Burguesia , enfrentar a Policia militarizada do Brasil , não por exigências difusas , e que em nada melhora a nossa situação , a situação da maioria pobre e não da classe média , sou a favor de unirmos com a extrema esquerda , derrubar a defesa deles e tomar o poder , não para passá-lo para mãos de mais um neoliberalismo ou um pseudo –socialista , mas para colocar na mão do povo de maneira efetiva e não Stalinista !!!!!!

A repressão da PM, a agressão só deixou claro que nada mudou desde a época da ditadura, esta tudo apenas maquiado disfarçado e basta um motivo para eles saírem como cães, como lobos, dilacerando a carne negra, a carne indígena, a carne pobre  …  a playbozada corre dos tiros, das bombas, por que no fundo tem muito a perder, e estão lá, nas ruas, nas passeatas apenas com aquele espírito covarde e nojento que os levam a passeatas pacifistas, com bandeiras brancas pelas ruas dos Jardins clamando por parentes mortos ou assaltados, ao se envolverem em questões legitimas, coletivas e não egoísta e de “classe” , não conseguem perceber que teríamos que ser um corpo homogêneo, aliados para mudar juntos … mas espera ai … como correr juntos ?? se as mudanças são diferentes?? A classe média se satisfaz ao ver a polícia agredindo aquele moleque que invadiu a Oi, a TIM, por achar que ele ta infiltrado na manifestação, pra fazer baderna e promover destruição…  mas é necessário a desordem da ordem estabelecida, é necessário o ataque aos pontos capitalistas e mais ainda, do caos separaremos o joio do trigo, pois aqueles que clamam pela ordem, pelo patrimônio privado e se incomoda com os “mascarados” á enfrentar a PM, estão do outro lado, ainda não perceberam, mas estão do outro lado…

Agora o novo Papa ( Francisco ) ta aqui no Brasil … então temos mais motivos pra continuarmos indo as ruas, de cara limpa, com máscaras, vinagre, paus, pedras e coquetel molotov sim!!!! Pois isso aqui é uma revolução, e enquanto os cães de guarda da elite não perceberem que estão sendo usados, serão nossos inimigos , quando perceberem e vierem para o lado do povo de verdade , serão honrosamente um dos nossos, a consciência de classe ainda é viável…

Por Panda Reis – [email protected]

 

 

Comentários

comentários

Matérias relacionadas