Amen Corner – Entrevista, confira

 

Amen_Corner Formação Atual

 

1- Como é ser um dos maiores expoentes do Black Metal brasileiro?

De forma grandiosa e motivo de orgulho, mas, é uma grande responsabilidade também, pois, temos um comprometimento sincero com nossos fãs.

 

2- Amen Corner significa “confessionário”, qual a razão de ter este nome?

Confessionário como uma metáfora, esquina do amém, em cada esquina uma igreja e em cada igreja um esperto que rouba, engana e ganha muito dinheiro em cima da ignorância e da pobreza humana. Dentro do confessionário existe uma pessoa normal que fala: reze isso, reze aquilo e seus pecados estão perdoados!!!

 

3- Vocês iniciaram as atividades em 1992, e no mesmo ano lançaram dois materiais, os tempos eram propícios para lançamentos naquela época?

Eu acredito que era mais difícil do que hoje em dia. Na época, não havia tantos recursos para gravar como tem hoje, e, para você conseguir uma gravadora também era bem difícil, pois haviam poucos selos antigamente. A maioria das bandas da época não conseguiam sair das demo-tapes.

 

4- Como surgiu o convite da Cogumelo em 1993?

Na verdade, tínhamos lançado nosso 7”EP pela Hellion de S.Paulo e, depois desse lançamento, nós gravamos as músicas do Fall Ascension Domination e enviei uma fita com algumas músicas para a cogumelo pelo correio e eles gostaram e surgiu o convite para ingressar na gravadora e lançar o LP. Isso foi muito comemorado por nós pois, lançar pela mesma gravadora do Sarcófago, Sepultura, entre outras foi motivo de muita festa e muito orgulho mesmo!!

 

5- Se passar um filme de 1 minuto na tua cabeça sobre toda a história do Amen Corner, qual seria a sensação que você teria? Ja parou pra pensar no que a banda representa em tua vida?

Olha nunca parei para pensar dessa forma, mas, eu não consigo me ver sem o Amen Corner. Faz parte do meu corpo da minha alma!!!

 

 6- Jogo rápido:

 

4 bandas nacionais: Mystifier, Sarcófago, Vulcano e Amen Corner

4 bandas internacionais: Venom, Bathory, Hellhammer e Celtic Frost.

1 cd: Amen Corner “Fall Ascension Domination”

1 livro: O Iluminado “Stephen King”

Religião: Sem religião.

Deus / Deuses: Politeísmo.

Lucifer: Deus dos deuses.

Underground: Sempre.

Curitiba: Largo da ordem, beber cerveja!!!

Uma frase: Os homens se preocupam mais com o que não podem ver, do que aquilo que podem ver. Júlio César – Imperador Romano.

 

 7-  “Christ Worldwide Corporation” foi lançado em 2014, onde foi gravado , quem produziu , mixou e fez a arte?

Correto, foi gravado e mixado no estúdio Avant Garde aqui de Curitiba, foi mixado pelo Maiko Thomé e arte foi feita pelo Anderson L.A. “Natureza Morta”.

8- Ainda sobre   “Christ Worldwide Corporation”, ele teve participações especiais, pode nos contar quem foram, e em quais hinos?

Sim, teve as participações de Angel “ex-vocal do Vulcano” nas músicas Like a Wolf, Mutilated Children Stolen Souls e Christ Worldwide Corporation. Moloch “vocal Doomsday Ceremony” nas músicas: Like a Wolf, Mutilated Children Stolen Souls e Christ Worldwide Corporation. Baal Anamelech “Keyboards Camos” na Intro e na música: The God of Fortune. E Chaos “Guitar Ex-Hecatomb e Camos” na música: Monarchy.

9- O novo Papa parece ser uma pessoa de mente mais aberta, e vem mudando dogmas do vaticano, vocês acreditam que ele possa colocar muitas das mentiras da igreja no ventilador?

Eu não acompanho notícias sobre o Papa ou o Vaticano, mas, acredito que as grandes verdades jamais serão reveladas!!!

 

10- Quais são os projetos delineados pela banda para 2015?

Continuar a divulgar o nosso novo trabalho, fazer shows e trabalhar em conjunto com a Cogumelo nos relançamentos previstos para 2.015.

 

11- Completando 23 anos de carreira em 2015, como o Amen Corner ve a cena black no Brasil atualmente?

Em crescimento, amadurecimento mas, está faltando mais união entre as pessoas e também das bandas, tem que haver colaboração entre os seguidores para que a cena se fortaleça. Tem que acabar as brigas, intrigas, etc. pois isso deteriora o Black metal, enfraquece o nosso cenário.

12- Os tempos ja foram melhores? A safra de novas bandas tem um futuro para a cena negra do Brasil?

Com certeza que tem futuro, tem muitas bandas boas e de qualidade, o que precisa é mais união e mais apoio por parte de todos os envolvidos.

 

13- Contatos e merchan:

www.amencorner.org

amencornerhorde@gmail.com

13- Considerações finais:

Agradecemos pelo apoio e pelo espaço cedido a nós. Hail SATAN!! The only and the one.

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas