O Suor da Vida

O Suor da Vida

 

Olá caros leitores, creio que muitos aqui já leram sobre a grande e confusa criação nórdica para entender melhor de onde vieram e quem são nossos deuses. Pois bem, creio que uma grande porcentagem tenha somente lido a versão da história linear da criação embora em Gylfaginning e no Völuspá tenhamos as versões mais completas e maçantes. De qualquer forma, vamos começar com nossa pequena e bela história base.

La no grande inicio onde somente coexistiam os 3 reinos, Gnnungagap, musspell e niflheim, uma grande reação química milenar acontecia para o primeiro gigante aparecer, o grande Ymir. O mais interessante aqui é que na história é dito:

 

Das alturas abominavelmente tórridas do Musspell, desceu um ar quente, e este encontro do calor que descia com o frio que subia de Niflhem começou a provocar o derretimento do imenso bloco de gelo…”

download (5)

Aqui podemos observar que o Vazio, ou Gnnungagap, nada mais é que um imenso bloco de Gelo, e que esse gelo foi se derretendo a ponto de dar a forma de Ymir, mas ainda é complicado saber como esse gigante primordial adquiriu consciência, mas como mesmo diz no texto “era uma criatura primitiva, dotada de apenas instintos”.

Ymir podia até ser visto como um animal, mas ele criou vida somente com seu Suor, isto é, no momento que o seu suor se unia com a agua do gelo de Gnnungagap, surgiram os primeiros seres vivos, isto é, mais gigantes, só que gigantes um pouco “menores”, e ai chega a nos uma grande e querida vaquinha mimosa, isto é, Audhumla, que possuía ubres tão prodigiosos que corriam 4 rios.

 

Audhumla nutria-se do gelo salgado, que lambia da superfície, e, deste gelo, surgiu em três dias um ser completo, chamada Buri, a progenitora dos deuses…”

audumbla_cow

Vamos la, da onde é que saiu o “Gelo salgado”, será que o nosso Grande Oceano já existia antes mesmo de Midgard existir? É uma forma de se pensar, pois o Gnnungagap não parecia ter sal. Bem o que é importante mesmo mostrar é que o Gelo que a “mimosa” lambe é diferente do gelo primordial (ou o vazio, que ainda me parece ser nada mais do que um bloco de gelo).

Voltamos para Buri, A qual teve um filho chamado Bor. A querida Buri era uma Deusa primordial muito pacífica, tão pacífica que desde que teve seu primeiro filho já criava rincha com os Gigantes. Como as primeiras criaturas nada tinham a temer com o passar das eras, e de tanto brigar em vão, nosso querido Bor finalmente casou-se com uma gigante chamada Bestla, e aqui nasceu Wotan, Vili e Ve.

Wotan era pacifico assim como sua vó, e depois de uma certa idade teve uma grande ideia e disse aos seus irmãos:

 

– Unamo-nos a Bor e destruamos Ymir, o perverso pai dos gigantes!”

 WOLYmir

É notável que o Wotan e seus irmãos tenham conseguido destruir Ymir, mas eles, além disso, mataram quase tudo que existia, somente o gigante Bergelmir e sua companheira conseguiram fugir e foram para Jotunheim. Isto é, Jotunheim já existira, então ela surgiu entre o nascimento de Buri e a morte de Ymir, mas como foi criada? Eis aqui um mistério.

Agora que Ymir havia morrido, o que fazer com seu cadáver? Pois simples, os Deuses criaram Midgard, e assim foi feito:

 

…De sua carne, foi feita a terra, de seus ossos e dentes as pedras e montanhas, o sangue deu origem ao grande rio que cerca o universo…”

 

Notem que minha teoria do oceano continua valendo, pois o sangue de Yimir está mais condizente com a figura da Via láctea. E por fim foi colocado o Cranio de Ymir no céu, mas o mais estranho é que quatro anos o mantiveram suspenso, e mais estranho ainda é que ele não é nem o sol e nem a lua, pois esses vieram do fogo de Musspell, seria então o crânio todas as estrelas do céu? Mais uma coisa a se pensar meus amigos.

Então do corpo morto de Ymir saíram os anões e estes foram designados para Savartalfheim, e os demais que pareciam mais nobres, os Elfos foram para Alfeheim. Mas e os homens? Da onde brotaram? Oras, eles brotaram de 2 troncos flutuando perto da praia!

Wotan havia visto dois troncos na praia e falou com seus irmãos “Façamos destes troncos um homem e do outro uma mulher” E assim ele fez o homem, Ask (Freixo) e a mulher, Embla (olmo).

Bem, a criação do mundo da maneira histórica Linear dentro da nossa cultura, de uma forma bem resumida pode ser entendida assim, mas existem muitos detalhes que trarei no próximo texto, onde iremos ver o Gylfaginning e Völuspá.  Por em quanto é isso e aguado vossas contribuições!

 

Fontes:

Franchini, A. S. As melhores histórias da mitologia nórdica. 2008.

Lindow, John. Norse Mythology – a guide to the gods, heroes, rituals, and beliefs. 2001.

Bulfinch, Thomas. O livro de ouro da mitologia. 2002.

Comentários

comentários

Matérias relacionadas