Khrophus: Entrevista ao Blog Questões e Argumentos

khophus

 

A banda KHROPHUS concedeu uma entrevista ao Blog Questões e Argumentos. Em um bate-papo conduzido por Isaías Bueno, Adriano Ribeiro, guitarrista da banda, falou um pouco sobre o atual momento do grupo, “Eyes of Madness” e a recepção do público para esse álbum, próximos shows, influências e também sobre seus projetos futuros, que inclui uma nova turnê na Europa, confira:

“Para futuro, temos show no Paraguai e mais algumas datas até dezembro para finalizar a tour do Eyes of Madness’ e no começo do ano que vem aproveitaremos para terminar de compor e gravar. Para o ano que vem já temos mais show na Argentina, e depois da metade do ano começaremos uma nova tour, a do 4º CD, ainda sem nome, que vai nos levar pela 1ª vez a alguns países da América Central (Panamá, Costa Rica, Honduras, El Salvador e Guatemala), retornaremos para Argentina e Paraguai e depois temos a 4ª tour pela Europa. Creio que 2017 vai ser corrido também para lançar e divulgar o novo CD.”Adriano Ribeiro (Guitarrista)
Confira a entrevista completa: http://questoeseargumentos.blogspot.com.br/2016/08/entrevista-khrophus-brasil.html

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:
https://www.facebook.com/Khrophus/

http://khrophus.com/site/

http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Khrophus/30

Fonte: Sangue Frio Produções

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas