Scream Metal Bloody : Review e Fotos

florianopolis

 

Evil Domain

A banda de Itajaí iniciou o Scream Metal Bloody em grande estilo, lançando sua Demo, mostrando a essência do Metal extremo.

Com letras que profanavam a escuridão, levaram o público a frente do palco bater cabeça e apreciar a banda.

Destaque fica para o vocalista que deu seu show a parte, chamando as “Almas Possuídas” para curtir suas músicas. Outro destaque também fica por conta do Carlos, baterista da Khrophus, que ao subir ao palco para agradecer imitou o vocalista da Evil Domain.

 

Khrophus

Mais uma vez, os pais do Death Metal catarinense mostraram o significado da palavra destruição.

Com força total continuando a turnê “Spreading the Madness Tour” e também celebrando os 23 anos de banda, Khrophus volta com Alex Pazetto, com todo seu peso no baixo e brutalidade nos vocais.

Como sempre a banda levou a galera a frente do palco e não deixou a desejar, foi um show muito intenso do começo ao fim, mostrando que a banda nunca perde sua essência.

 

 Apostles Of Perversion

Banda vinda diretamente da Espanha, fez seu último show do Brasil no Célula.

Apresentando diversas composições do mais puro Death Metal, a banda correspondeu à expectativa do público.

O vocalista e o guitarrista sempre interagindo com a galera, arriscando um “português” carregado de sotaque.

A pancadaria comeu solta e o show teve um nível técnico muito elevado, mostrando que a banda se prepara muito bem.

Mais um destaque para o Carlos da Khrophus, que traduzia a mesa o que os espanhóis precisavam e na mesma oportunidade ensinou ao vocalista a chamar o público de ‘istepô’, levando a galera aos risos.

 

Resenhas feitas por Dino (Jonathan)

Fotos: Manuella Pelegrinello

 

 

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas