Death Metal Brasileiro: Exportação valorizada

Sempre admirei muito o trabalho do Iuri “Cremo”  e receber esse convite para iniciar uma coluna junto ao Cultura em Peso foi muito foda, sei do empenho e dedicação que ele tem para com o C.E.P  e para com o underground, será uma honra compartilhar com os bangers a minha visão e opinião quanto ao Death Metal mundial, cena, bandas e tudo que o envolve !!!
Nada mais justo que iniciar falando de um assunto que é  bem pertinente e latente na minha mente :

O Death Metal Brasileiro Tipo Exportação

É um assunto muito abrangente, porém mais que justo para iniciar essa parceria aqui!
Nas minhas viagens com minha banda de death metal Khrophus, banda essa que faço parte a 10 anos, mas que há 23 anos vem lutando e honrando a bandeira do Brasil por onde tem passado, vejo como uma banda brasileira de metal é  muito bem recebida mundo à  fora, no meu caso em específico me restrinjo a Europa, países como Alemanha, Polônia, República Tcheca, Holanda, dentre outros países que tive a honra  e o prazer de conhecer e levar minha música na sua forma mais brutal e visceral
Sempre me questiono o por que de haver tanto respeito e dedicação lá fora para conosco e aqui bandas como Imperious Melevolence(PR), Head Hunter Dc(BA), Decomposed God(PE), In Torment(RS), Infested Blood(PE), Cold Blood(RJ), Sodamned(SC), Flesh Grinder(SC), Goatpenis(SC), dentre tantas “fuderosas” bandas não recebem o devido valor do público no Brasil, muitas  vezes tocando para públicos medianos ou até pequenos, enquanto lá fora tocam para ótimo público e são respeitadas MESMO!!!

Mal sabemos nós do quão Grande é o nome do Sepultura lá fora, mas o que mais me surpreendeu nessas 3 turnês que fiz por lá, foi o nome gigante que o Sarcófago possui, algo extremamente gigante que rola na boca da galera mais que “Carne dura em boca de velho sem dente”(rsrsrsrsrs) .
É osso raça, vejo hoje alguns amigos que estão em bandas já consagradas e que lutaram  tantos anos por suas bandas aqui no Brasil e acabaram deixando nosso país e partindo para onde a coisa acontece, só para citar uns exemplos, hoje temos Ricardo Falcon que é da banda It Self (SP) tocando no Sinister, e Guilherme Miranda do Krow (MG) ao lado do Entombed Dc, fato esse que me deixa extremamente feliz e otimista para com o futuro da cena, pois com eles cada vez mais e mais pessoas vão  saber que no Brasil existem  bandas fodas e que merecem muito mais respeito do público brasileiro.

Qualidade nós temos, bandas boas? temos aos montes! Falta um apoio maior à elas e aos eventos como um todo, isso digo por experiência e vivência, pessoas que já tem suas mensagens prontas só esperando para apertar o “ctrl+c ctrl+v” da sua cadeira, para minar as bandas e os eventos, julgando e apontando os erros, se houvesse maior apoio nesse sentido, tudo rolaria muito melhor, sei que são muitos fatores a serem apontados para os “fracassos” de alguns eventos mas a falta de apoio é a maior delas, sem público sem renda, sem renda sem próximos shows, equação simples tão quanto 2+2= 4 fácil né?
Se realmente gostas de heavy metal, curtes essa filosofia de vida, tens o dever de apoiar com todas as suas forças os eventos em sua cidade, sempre que possível claro,s ó assim manteremos essa a cena funcionando, pense no seu papel e na importância que ele exerce na cena da sua cidade!!!

 I will be “fucking” back! \,,/   

segue abaixo o link das bandas aqui citadas :

www.facebook.com/khrophus     
www.facebook.com/infested.blood 
www.facebook.com/headhunterDc
www.facebook.com/Sodamnedband 
www.facebook.com/fleshgrinderofficial
www.facebook.com/intormentbr
www.facebook.com/imperiousmalevolence
http://www.metal-archives.com/bands/Coldblood/8030
www.facebook.com/decomposedgodofficial
www.facebook.com/krowmetalzone
www.facebook.com/entombedAd
www.facebook.com/itselfdeath
https://www.facebook.com/Sinister-14162294410/
www.facebook.com/sineptaog

Comentários

comentários

Carlos Fernandes é músico e produtor de eventos atuante no underground à mais de 12 anos,baterista da banda Khrophus, entre outros projetos musicais, conhece a fundo o underground, especialmente no que diz respeito ao death metal, passou com o khrophus por mais de 14 paises entre Europa e América Latina além de diversos estados brasileiros, conhece bem a realidade do metal nacional, pois a vivenciou na sua forma mais visceral, à sentiu na pele!!! Paralelamente as produções e shows atua como representante comercial no ramo alimentício. Whats: 48-996639023

Matérias relacionadas