STORM FESTIVAL 64 dia 26/11/2016 em São Leopoldo

Storm Festival é um festival que acontece desde 2006 que já contou com a participação de muitas bandas e está na edição 64, comemorada em grande estilos com 3 bandas de Death Metal que subiram no palco para impressionar todos que estavam presentes na Embaixada do Rock em São Leopoldo.

storm-festival-64
A primeira apresentação ficou a cargo da The Septic, banda de Death Metal de Caxias do Sul formada em 2002, que hoje reside em Londres e que veio ao para apresentar sua nova formação que conta com Lander da Silva na guitarra e no vocal, Cipriano Maffei a cargo da bateria e Daniel Dallagnese no baixo.
A banda tocou um set mais curto, mas que agitou muito a casa com muitos olhos curiosos pelo show, contando com músicas mais antigas e também mais novas da The Septic. Grande show com muita roda e agitação por parte do público.
DyingBreed, com um setlist mais longo se encarregou em dar continuidade a noite que estava apenas na metade. O início do show da banda já foi destruidor, começando direto ao ponto com a música que da nome ao disco de 2015 Worship no One e depois Kill the Beatrayer, transformando, assim, a frente do palco uma roda constante e agitada.
Depois de um início de show que não deixa brecha para ninguém descansar, Leonardo Schneider anuncia uma surpresa para o público, duas músicas novas e ainda não lançadas, intercaladas pelo cover “As above, so below” da banda Behemoth, sendo a segunda música inédita com uma pegada mais black metal do que o restante que a banda já propôs, segundo o próprio vocalista.
O single novo lançado esse ano com a nova formação, fez a Embaixada do Rock tremer novamente, seguido de mais algumas músicas do CD como Cast in Stone e Battalion of Hell. Leonardo atiça o público, antes de anunciar a música de fechamento da noite com a seguinte frase “fodam-se os cristãos malditos”, e assim executam Sothis música do EP da banda Vader deixando o palco com aplausos e gritos.

E então a banda que fechou a noite com chave de ouro subiu ao palco, a Exterminate, com seu Brutal Death Metal de impressionar qualquer pessoa presente. A banda formada por Adriano Martini (Guitarra e Vocal), Rafael Lavandoski (Guitarra), Marcelo Feijó (Baixo) e Sandro Moreira (bateria) apresentou um repertório que divulga bem seu CD lançado no final de 2015, o “Burn Illusion“.
Começando com Ascension e depois a faixa título, onde a galera agitou bastante, seguido de The Legacy e Doom onde tivemos roda e a galera agitando muito, a banda fez um belo início de show. Ao longo da performance, tivemos uma homenagem a banda Mental Horror, tocando 3 covers, a Observe the Martyr, a Denyng the scars e a God of the pest an flies, alternando com composições próprias.

A apresentação, contou com um bônus que foi a participação do vocalista da banda Rebaelliun, Lohy Silveira, destruindo tudo junto com a Exterminate e mostrando total entrosamento com eles. Ainda tivemos God of Deception, Bells of Damnation e Judas Tomb com animação total da banda e do público presente fazendo um grande show e completando o sentimento de satisfação das pessoas que compareceram ao evento.

Texto: Isa Gomes

Fotos: Jéssica Vuaden

Confira as fotos do evento logo abaixo:

Comentários

comentários

Música é essencial para uma vida saudável! Estudante de Ciências sociais, biker, fotógrafa amadora, amante da escrita e Vegan pelos animais!

Matérias relacionadas