O espirito do Underground vive, Coletânea o Subsolo

É dentro do underground que o espirito do rock n roll mantem-se vivo no Brasil. Graças as iniciativas espontâneas de quem realmente vive e ama o rock’n’roll e o estilo de vida que isso representa que esse gênero musical, que vai muito além da música ainda pode ser curtido pelos seus amantes. Graças a isto que muitos sons de qualidade ainda surgem e mantêm o cenário vivo, que bandas sobrevivem anos a fio mesmo sem retorno financeiro e festivais independentes e alternativos resistem mesmo contando com uma lucratividade quase zero ou mesmo prejuízos consecutivos. A alienação cultural e mais ainda a alienação musical sob qual se encontra o nosso país é invariavelmente midiática. E é apenas fora da grande mídia que a essência do que quer que seja pode sobreviver.
O underground, logo o próprio metal e rock, não é um movimento ultra organizado, consciente e presidido por alguém ou algum grupo, ele é na verdade o resultado do coletivo de ações individuais tomadas por pessoas com atitude e vontade de fazer acontecer.
É dessa força de vontade e dessa paixão que casas, grupos, eventos e organizações, como por exemplo o cultura em peso nascem. E é nesses pequenos embriões, que a cultura underground se imortaliza.

 

capacoletaniasubsolo

E aproveitando o gancho sobre atitudes que fazem diferença quero falar sobre a Coletânea o Subsolo, o projeto que foi lançado no dia 13 de novembro do ano passado contou com 22 sons de bandas diferentes e autorais de SC, PR,  RS, SP,  MG e PE. Indo do Reggae ao Death Metal a coletânea teve por objetivo ser produzida para as mídias alternativas e rádios de todo Brasil. A organização e o empenho dos envolvidos, além de muito trabalho fez com que o projeto tenha dado certo, esse  grito underground ecoou longe, foram enviados via correio mais de 50 pacotes para bandas, assessorias, rádios, blogs e sites de todo o Brasil. A coletânea ainda está disponível no BandCamp para quem quiser curtir e quem sabe conhecer alguma banda nova.

Falando um pouco sobre o CD  ai vão as faixas e bandas presentes nele com a minha humilde opinião sobre o som apresentado, ainda é possível conhecer um pouco mais de cada bandas clicando nos links:

01. In Soulitary – Hollow ★★★★★
02. Demolition – Manipulation ★★★★
03. Texas Funeral – Hoje Eu Vou Beber ★★★
04. Dust Commando – No Grudge ★★★★
05. Divago – Difícil ★★★
06. Bad Gnomo – Nada Vai Me Derrubar ★★★★
07. Decolle – Vento ★★★
08. Tourette – Prisoner ★★★★
09. V8 Corporation – The Pocket Man ★★★★
10. Spidrax – Spidrax ★★★
11. Box 47 – Fechando Cortinas ★★★
12. Doctor Jimmy – Não Tenho Pressa ★★★
13. Mandíbula – Nossa História ★★★★
14. Holiday Nice – Minacalot ★★★★
15. Incerto HC – Mariah ★★★
16. N.O.A.R.F. – Don”t Tell Me ★★★
17. Dest_Lado – Mais Bebida ★★★
18. Fault Line – Isis ★★★
19. Crossed Crow – Unfold Paths ★★★★
20. Red Razor – Napalm Pizza ★★★★
21. Tribal – The Age of Frustration ★★★★
22. Deadpan – Unmasked Living ★★★★★

Coletânea o Subsolo ★★★★

23 anos, bacharel em adm., santista de berço e camisa, varguista, ex promoter do Agosto Negro Produções e do Pirate Cover. Viciado em vícios e em música.

Matérias relacionadas