The Old School of Brazilian Metal reúne Hicsos, Vodu, Redentor e Takken

vodu1920-manifesto

 

Mantendo a tradição de reunir bandas autorais no “Conexão Metal”, o Manifesto Bar será palco do “The Old School of Brazilian Metal”, que ocorre no próximo dia 22 de julho (sábado), das 17h às 21h30, trazendo Hicsos (RJ), Vodu (SP), Redentor (RJ) e Takken (SP).

Criada em 1990 e considerada uma instituição do metal do Rio de Janeiro, a banda Hicsos apresentará sua nova formação, que conta com Marco Anvito (vocal e baixo), Celso Rossatto (guitarra), Alexandre Carreiro (guitarra, ex-As Dramatic Homage e Desolatae) e Marcelo Ledd (bateria). Mantendo a pegada thrash/crossover, o grupo, que estreou com a demo “The Face of the Abyss” em 1991, fará um repertório com músicas recentes, como “Death Society”, além de faixas dos álbuns “Circle of Violence” (2013), “Technologic Pain” (2007) e “Eatin’ Concrete” (2004). Tendo tocado ao lado de D.R.I., Mercyful Fate, Exodus, Anthrax, Destruction, Napalm Death, o grupo prepara atualmente o DVD comemorativo “26 Years of Thrash Violence”.

Com a retomada das atividades, o veterano grupo paulistano de heavy metal Vodu vem realizando shows sempre concorridos. No palco, André Góis (vocal), J. Luis “Xinho” Gemignani e Paulo Lanfranchi (guitarras), André “Pomba” Cagni (baixo) e Sergio Facci (bateria), mostram seu poder de fogo não apenas os trinta anos de experiência, mas, principalmente, a nova cara do grupo, que tem em sua discografia álbuns clássicos do metal brasileiro, como “The Final Conflict” (1986) e “Seeds of Destruction” (1987). O repertório trará faixas antigas, como “Let Me Live”, “Seeds Of Destruction”, “Keep On Fighting”, “What’s The Reason?” e “The Final Conflict”, além das recentes “The Enemy Inside”, “Walking With Fire”, “Unblessed”, “Say My Name”, “Empire Of Demise”, “Go To Be Free” e “Voodoo Doll”.

Embora o nome Takken seja novo no cenário, o grupo paulistano de thrash metal conta com Regis F. (vocal), Fernando Boccomino (guitarra), Andre Sterzza (baixo) e Billy Houster (bateria), músicos com background e experiência adquirida em trabalhos com bandas como Scars, ChaosFear e Ancesttral. O quarteto conta com três singles lançados – “Die By Your Faith”, “Political Genocide” e “Taken By Hate” –, que foram produzidos por Wagner Meirinho e Tiago Assolini no Loud Factory Studios (SP). Nestes, apresentam sua mescla de thrash dos anos 80 com bandas da nova geração, mantendo as características e a identidade adquirida pelos membros da banda ao longo dos anos. As letras abordam temas sobre política, conflitos religiosos, guerras e grandes transformações ocorridas na sociedade.

Da nova geração do metal do Rio de Janeiro, o Redentor pratica um som que mescla stoner, thrash e death metal, tendo referências a nomes como Sepultura, Pantera, Megadeth e Black Sabbath. O trio, formado por Kirk (vocal), Gabriel Fontes (guitarra), Velho (baixo) e Chico Pinheiro (bateria), promove o EP ”Vol.0: Imminent Hate” (2016), sucessor de “IndEPendent” (2015).

Serviço – The Old School of Brazilian Metal:
Atrações: Hicsos, Vodu, Redentor e Takken
Data/hora: 22 de julho (sábado)
Horário: das 17h às 21h30
Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP
Fone: (11) 3168-9595
Aceita cartões: Visa, Mastercard e Dinners / Débito (Visa Electron, Maestro, Rede Shop)
Censura: 16 anos
Possui acesso a deficientes, ar condicionado, wi-fi e valet service na porta (R$ 20)
Site: manifestobar.com.br

Ingressos:
Pista – R$ 20 (meia-entrada e promocional antecipado *) / R$ 25 (no dia do evento)
Camarote – R$ 40 (meia-entrada e promocional antecipado *) / R$ 50 (no dia do evento)

Pontos de venda (* antecipado):
Galeria do Rock (Rua 24 de Maio, 62 – Centro, São Paulo): Consulado do Rock (Loja 234-236) e Mutilation (Loja 370)
Metal CD (Rua Álvares de Azevedo, 163 – Centro, Santo André/SP)
Venda Online através da TicketBrasil (https://ticketbrasil.com.br)

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!

Matérias relacionadas