Make My Short Suffer – Itself

Make My Short Suffer – Itself

  Make My Short Suffer – Itself Velocidade, técnica e agressividade é o retrato mais exato de “odeio Salva”, queixou-se da banda segundo álbum demo Paulista. Com textos que refletem o sentimento dos membros da banda em relação ao fanatismo religioso, a sólida estrutura deste trabalho são descritas apenas como uma Porras verdade, conduzir de forma significativa na primeira faixa chamada “Fiery Death”! As quatro faixas que fazem parte do álbum segue a estrutura do death metal moderno com um toque de Old School. Uma mistura de Cannibal Corpse com…

Leia mais aqui

Only Hate Saves – Decried

Only Hate Saves – Decried

  Decried Only Hate Saves (2009) Por:  Sadan  ([email protected]) Resenhado em 02/09/2009 Velocidade, técnica e agressividade é o retrato mais fiel de “Only Hate Saves”, segundo álbum demo da banda paulista Decried. Com letras que refletem o sentimento dos membros da banda com relação ao fanatismo religioso, a estrutura sonora deste trabalho não pode deixar de ser descrita também como uma verdadeira PORRADA, atributo presente claramente na primeira faixa denominada “Fiery Death”! As quatro faixas que fazem parte do álbum seguem a estrutura do Death Metal moderno com uma pitada…

Leia mais aqui

O Caos continuará …. WC Masculino

O Caos continuará …. WC Masculino

  O Caos continuará …. O que falar dos goianos do WC Masculino ? Banda que dispensa elogios e esta a muito tempo na minha lista de bandas preferidas, sem demagogia nenhuma, aqui não tem espaço pra falsidade. A banda a cada albúm, split , ep ou música lançada apresenta evolução, qualidade na gravaçãosem perder a pegada hard core, sem se vender e a cada dia mais agressiva. Desta vez em versão ultra sárcastica, a banda usa trechos do Chaves e outros personagens para realizar as intros de suas músicas….

Leia mais aqui

Sinfonia da desgraça

Sinfonia da desgraça

  5 petardos apimentam esta obra do hardcore. Abravanel , banda paulista straight edge, vomita protesto e destreza sobre 13 faixas neste split,destaque para “desordem e regresso”,” eu nunca vi punk cristão”, e “ justiça de merda”. Não tiram dúvidas sobre os interesses de Abravanel, muita violência sonora e a quebra de paradiguimas impostos pela sociedade. A banda Derci Gonçalves carrega o nome da mulher que conseguiu dar novos ares a tv nacional, desbocada e sem freios na língua. Freios na língua? Isso realmente a banda não tem com seu…

Leia mais aqui

Descaso – Os maltrapilhos

Descaso – Os maltrapilhos

  Punk rock com seriedade e uma pitada de diversão, os maltrapilhos sarcasticamente deixam bem claro que políticos são uma grande poluição. Dizem que não agüentam mais tava corrupção, descaso do governo e da própria sociedade com ela mesma. O cover de Lixomania me trouxe aos velhos tempos onde o punk era respeito e temido não pela violência, mas sim pelo seu impacto anti-social. Dizem que queriam viver, pois não vivem realmente. Incentiva a luta proletária por melhores condições… em coro chama os trabalhadores a reivindicar seus direitos, trabalhos dignos…

Leia mais aqui

Run While you can – LYCANTHROPY

Run While you can – LYCANTHROPY

  Em minhas mãos chega o primeiro trabalho da banda Lycanthopy, denominado “Run While you can”… Uma produção que traz pontos negativos e positivos para o grupo. O quarteto conta com Diogo Vilela nos vocais,Laurence Martins na guitarra,Silas Demétrios no baixo e Sidney Ribeiro na bateria , traz um death metal diferenciado nesta demo, onde consta influencias de thrash e tradicional em seu som. Apesar da qualidade do áudio não ter ficado profissional, esta melhor que muita produção que se diz profissional por ai, e vale a pena comprar ,…

Leia mais aqui

Dead in a second – Lock Fist 669

Dead in a second – Lock Fist 669

  Porrada sem pretenssões de chegar despercebido .. No decorrer do disco a banda mostra maturidade e evolução plenamente visivel ao longo de sua carreira. Nestes 5 anos o crescimento da banda não foi natural, melhorou bastante e por esforço próprio com músicos que formam um time, não uma banda de diversão , vem se destacando em um cenário cada vez mais complicado , pois afinal a tecnologia pode maquiar erros e tenta igualar as bandas hoje em dia. Dead in a Second .. o mais novo trabalho do grupo…

Leia mais aqui

Para todos aqueles – Lesto

Para todos aqueles – Lesto

  Este cd mostra a distância que o Lesto percorreu ate chegar neste álbum. Muito bem produzido por Lesto e Marcos Pagani o trabalho surpreendeu. Divida é inicio do cd , canção pela qual mostra a fonte de inspiração para enfrentar o mundo. A verdadeira divida com todos aqueles que os apóiam em uma busca incessante de viver. Pode de longe ser comparado a um livrinho de alto ajuda, mas na sua essência real são mensagens subliminares que mostram o interior do ser humano, fraco e com medo, o “…

Leia mais aqui

Procurando saída – Desastre Hc

Procurando saída – Desastre Hc

Com riffs pesados a faixa que carrega o nome do cd mostra a proposta do quarteto goiano neste álbum, um punk/hc/crossover de se admirar. Em tom de narração as músicas revelam o triste fim daqueles que não dão valor a vida. A faixa (2)”A morte sopra suas velas” empoem bem isto, em trechos como: ” sob um campo minado você não pode andar” e “O mundo caindo ao seu lado e você dormindo a sonhar”. A letra mostra em poucas linhas como é a vida de quem esconde suas angústias…

Leia mais aqui

Death From Above – Cd

Death From Above – Cd

  Sujo , direto e agressivo …. assim é o trabalho dos goianos do Death From Above, música de punk , feita pra punk , e claro … para todos aqueles que não tem o ouvido sensivel. São onze faixas do mais puro d-beat recheadas de ódio, protesto e discórdia contra a nossa pura e bela hipócrita sociedade, cada vez mais máscarada das mais diversas atrocidades. Chainsaw, T. Drunk e Slake formam o trio da terra do piqui, de uma cena castigada por estar no mesmo lugar que a música…

Leia mais aqui

Al Qaeda’s Greatest Corja

Al Qaeda’s Greatest  Corja

  Este álbum foi gravado entre janeiro e maio de 2006. As gravações foram feitas no estúdio de asilo (Goiânia-Go). Com Daniel (bateria), Segundo (baixo e vocal) e Camboja (guitarra / vocal), Corja nos trouxe este cd de hard core puro inovador. Inovador, sim, porque as canções trazem apresentações apenas em voz sarcástica, que por sua vez falam realidades gritantes que são tratados com “um olho cego” pela sociedade. “A realidade bater à sua porta” abre o CD, sem esconder os sentimentos de ódio de falsidade, a carta mostra que,…

Leia mais aqui

Cavalo de Tróia

Cavalo de Tróia

  Os movimentos sociais existentes no mundo que fazem frente e resistência á sistemas ditatoriais, não democráticos, repressores e injustos (como aqui no Brasil) tem como características básicas na sua forma de atuar, o uso de protestos e contestações, sendo eles verbais, escritos, audiovisuais, musicais, teatrais e artísticos em geral, por vezes há o emprego da violência (como forma de defesa ou ataque) e também boicotes, greves e sabotagens. O termo “ação direta” que é bem familiar aos que freqüentam e conhecem o underground, configura-se numa forma contracultural de se…

Leia mais aqui

Casito

Casito

Perguntas: Joana Respostas: Casito E-mail: [email protected] MSN: [email protected] Entrevista com José Oscar Teixeira Veiga Luz “Casito” por Joanna de Assis Como e quando foi seu primeiro contato com o Metal? Bem, tudo começou em 1969, ouvindo os álbuns dos meus primos na barriga da minha mãe. Era Rock puro, desde que nasci. O Heavy Metal veio a mim com Venom, Slayer, Exodus e Mercyful Fate no início dos anos 80. Eu deixava o meu cabelo crescer nesta época baseado no estilo dos hippies. Desde então, nunca pude parar. Viciado. Como…

Leia mais aqui

Anapolis Metal

Anapolis Metal

Domingo … dia 30 de janeiro de 2011, 13:00 chegando no Pálacio da Cultura em Anápolis, é dia de festival, palco pronto, tudo em cima apenas esperando público, bandas, e em fim o inicio do fest. Pode ser o começo de uma nova fase no underground anapolino, a prefeitura da cidade ja começa adar os olhos de verdade a nossa cultura, espero que os amigos produtores passem a buscar as leisde incentivo a cultura para enriquecer ainda mais os eventos na cidade. Com atraso de meia hora comçeou o fest…

Leia mais aqui

Cash For Chaos

Cash For Chaos

Entrevista realizada com Rodolfo do selo One Voice e da banda Cash For Chaos Perguntas: Cremogema: Respostas: Rodolfo Como foi para montar o Cash For Chaos? Foi muito mais um lance de moleque mesmo do que um lance de banda. Era o início dos anos 90. Ouvíamos muito R.D.P, S.O.D e D.R.I. Ai queríamos ter uma banda nesse estilo. Mas não sabíamos como tocar nem nada. Nada disso foi empecilho pra iniciarmos a banda. O legal e que logo logo estávamos ensaiando e tocando. Então vocês fizeram bem o lance…

Leia mais aqui

Calibre 12

Calibre 12

Perguntas: Cremogema Respostas: Calibre 12 Quando foi formada a banda?Como era no começo,para ensaiar,tocar? Navau – O calibre 12 começou em fins de 1991, a gente ensaiava na casa dos integrantes, era tudo muito tosco e diferente de hoje, mas a paixão e o amor pelo hardcore punk era o mesmo até hoje. Qual a razão do nome Calibre 12? Não fica violento? Navau – A razão é causar com o nosso som o mesmo impacto de um tiro de 12.Se fica violento ou não vai do critério de cada…

Leia mais aqui

Confronto em Buenos Aires

Confronto em Buenos Aires

  Bonissima noite, este é meu primeiro texto como colunista do cultura em peso, eu sou  Iara farei resenhas sobre a cena de Buenos Aires. começando com show a puro hard core , apresentado-se Igual jerarquia, os irmãos do Siguiendo a mis principios ,Tolerancia cero,Mil caras fazendo um show exelente para uma galera enloquecida com suas musicas, também enquirer tocando 20 minutos de um ótimo show e buenisimo som semelhante a 108. Billy the Kid (Costa Rica, América Central, em uma turnê na América do Sul), em sua quarta aparição…

Leia mais aqui

Brutal Exuberância

Brutal Exuberância

  Desde que o nosso grande Cremogema me chamou para ser colaborador do Cultura em Peso, eu fiquei extremamente satisfeito, pois contribuo também com um zine impresso chamado Páginas Vazias, no qual o Marco Paulo e Manoel (Uganga) são membros permanentes da equipe, em um projeto extremamente interessante e que vem se mostrando como algo que dá certo. A chance de contribuir em uma publicação na web, me animou muito, e aqui tenho a liberdade de fazer entrevistas, resenhas, ou mesmo escrever umas merdas hehehe… Começaremos entrevistando o Naldo, um…

Leia mais aqui

Body Art

Body Art

  A Body Art (arte do corpo) determina um aspecto da arte contemporânea que toma o corpo o meio de expressão ou como suporte para a realização dos trabalhos, associando-se frequentemente o acontecimento (happening) e a performace. Trata-se de considerar o corpo do artista como suporte para realizar intervenções associadas a violência,a dor e ao esforço físico. O sangue, o suor, a saliva e outros fluídos corpóreos mobilizados nos trabalhos interrompem a materialidade do corpo, que se apresenta como suporte para cenas e gestos que tomam por vez a forma…

Leia mais aqui

Black Skull

Black Skull

Oi, Daniel?! Tudo bem contigo? O BlackSkull tinha outro nome, qual era? Por que mudaram o nome da banda? Fala Kemi! Melhor impossível ! É verdade, o nome da banda mudou, antes se chamava Intoxicated. Mas com a mudança na formação da banda, ele e o Lourenço (batera)e o baixista na época, o André decidiram que um novo nome teria mais a ver com o momento atual da banda. Quando você entrou pra banda? Como está sendo isso? Se eu me lembro bem… eu entrei em outubro do ano passado,…

Leia mais aqui

Bernes

Bernes

Com um punk rock simples e bem feito o Bernes foi originado em Uberaba-Mg, com o propósito de critica musical e diversão. Em suas letras a banda mostrar a realidade de muitos brasileiros, diz que não a “futuro para nós”. Faz uma dura critica ao presidente da republica onde diz , que “Até se esqueceu que já foi proletário”, fala sobre ódio. A banda surgiu no fim de 2005, e atualmente vem agitando o cenário punk rock de sua cidade, e buscando novas formas de divulgação. Não é aquele grupo…

Leia mais aqui
1 66 67 68 69 70