SILVER MAMMOTH: novo trabalho do grupo já pode ser adquirido em pré-venda

SILVER MAMMOTH: novo trabalho do grupo já pode ser adquirido em pré-venda

  A banda paulista SILVER MAMMOTH acabou de anunciar o período de pré-venda do seu novo trabalho, intitulado “Silver Mammoth Singles”. Para garantir o seu exemplar com desconto, acesse: silvermammothband.com .Lá você terá várias formas de pagamento, ou se preferir, envie um e-mail para: [email protected] Garanta já o seu com desconto. O referido material será lançado no próximo mês de julho, nos formatos digital e vinil 7”. A produção contou com as assinaturas de Marcelo Izzo e Rafael Agostino. A arte da capa de “Silver Mammoth Singles” foi composta pelo…

Leia mais aqui

Dores imprescindíveis

Dores imprescindíveis

          Dores Imprescindíveis Siga meus pés… Que descalços atravessam a rua desolada de emoções. Levarei você até os limites de minhas mãos, Meus passos ensanguentados de solidão Banhados da tua ausência, Denunciam as falhas em nossas memórias, Pois meu corpo não tem segredos como os teus… Este é o ponto final! Foi exatamente aqui que tudo começou. Agora a sombra de nossos erros Acolherá o que eu sou Por uma geração inteira… Não que seja suficiente, Mas é que conscientemente Eu preciso dessa dor de quase…

Leia mais aqui

A NOVA GERAÇÃO DE ACÉFALOS

A NOVA GERAÇÃO DE ACÉFALOS

Por Panda Reis – [email protected] O mundo contemporâneo vem mudando freneticamente nos últimos meses, pra ser sincero, não me recordo em outro momento da história, principalmente brasileira, em que tivemos tantas mudanças em um curto espaço de tempo. Fiquei alguns meses sem escrever justamente por sentir que as pessoas estavam confusas demais, e até os que pensavam igual, passaram a pensar diferente, então vendo tantos falando coisas que enojavam quem sempre gostou e estudou política e história, achava que não existia precisão de escrever para uma massa que fundamentaram suas…

Leia mais aqui

Até que o cinza tomasse o laranja

Até que o cinza tomasse o laranja

  Existem tormentas sem solução, mas em todos os seus sinônimos há avisos e anunciação.   O laranja foi cobrindo os meus olhos Ate onde minha ilusão alcançava O canto esquerdo dos meus lábios sorrira, No mesmo instante em que o direito chorava. Foram minutos de vislumbre Até que o cinza tomasse o laranja E todo o meu semblante tomado por dor Lamentasse a cadavérica nuvem que tomava o céu para si. Os pássaros ruiam um Si maior E as arvores assuviavam um desespero em Dó, Bati meus pés no…

Leia mais aqui

Cataclismo

Cataclismo

    O animo desistiu do suspiro que lhe mantinha proeminente. Acizentava-se o lívido que tomava o páramo Que tivera outrora  sido cerúleo… Ouviu-se estrilos estralados e eivados Palpebras encarnadas e tomadas de uma fúria colossal Findava-se o teor de um transcurso penoso Sofrido, lamentado, custoso de velar. Não convinha na pena a tinta, pois fez-se então Sangrar folhas de chancelas ranhidas Por essencias imperiosas. Fez-se ruir o arvoredo num cantico melífluo E as camirangas sobrepostas aos batéis Despediam-se as crias dos generantes Desonravam soldados, tais comandantes norteados Por uma…

Leia mais aqui

Por vezes sou o espelho do diabo

Por vezes sou o espelho do diabo

Talhada de plangor sentei-me junto ao tabuleiro Servi-me de chá insípido e álgido, beirava agosto Bem assim, sem gosto Era eu. Considerava minha silhueta branda, tremendo Refletida na parede de cimento suja Embora minha sobriedade ruja O vinho calava-me a boca O silencio era vital A conciencia me gritava Ali eu mesma estava Decidindo se dormia. Tomei nas mãos o sono Com um gole amargo de dissabor Insatisfeita pelas marcas em meu pudor Empunhei o artifício de metal Um disparo foi o que me permiti contar Depois o que eu…

Leia mais aqui

Consciência

Consciência

  Estou paralisada da dor e pensei que… Este sangue nem fosse meu. Envenenei meus lábios com todo verbo que colhi, Mas tuas raízes moviam-se agonizando as feridas… Aquelas que ainda não cicatrizamos. Por vezes apeou de mim, Como desespero de quem quer findar E eu tão tola! Cerzi tu dentro de mim muitas vezes mais. Se possível fosse, Gerar de tal altura o remorso … Porém, tal demasia me era necromancia! O medo me deteve por segundos Beirando o precipício de meu ego ser, Arrancaste a ti de mim…

Leia mais aqui

INOX – UMA SUPER BANDA NOS PRIMÓRDIOS DO METAL NACIONAL

INOX – UMA SUPER BANDA NOS PRIMÓRDIOS DO METAL NACIONAL

  Ano de 1986. O Heavy metal estava no auge no Brasil (logo após o Rock in Rio 1) e eis que surge o que podemos considerar uma SUPER BANDA. O grande batera Rolando Castello Jr ( Made in Brazil / Patrulha do Espaço) se juntou com Fernando Costa (guitarra), Paulo “Heavy” Toledo (vocal) e Ségis Capuano (baixo – in memorian) conseguiram o que qualquer banda sonhava na época: Contrato com a gravadora Epic. Foi produzido por Luiz Carlos Maluly o qual era famoso na época por ter produzido o…

Leia mais aqui

ORQUÍDEA NEGRA – WHO’S DEAD? – UMA OBRA PRIMA

ORQUÍDEA NEGRA – WHO’S DEAD? – UMA OBRA PRIMA

  O maior clássico do metal catarinense seguramente. Clássico não apenas no sentido musical mas também no sentido histórico pois trata-se do primeiro álbum de heavy metal lançado em Santa Catarina. Ano de 1992 e lá estava eu no show de lançamento, no extinto Cine Tamoio em Lages, na turma do gargarejo,curtindo esse show e ficando maravilhado com as músicas do álbum pois até então havia ouvido muito os covers de metal tradicional que a banda fazia. Na época eu estava na faculdade em Lages e tive a oportunidade de…

Leia mais aqui

[VIDA DE BATERA] Entrevista: Leandro Silveira

[VIDA DE BATERA] Entrevista: Leandro Silveira

Chegamos ao segundo episódio de “Vida de Batera” neste, resolvi trazer alguém mais próximo, que sei que tem uma história dentro da música de dar inveja (no bom sentido) a muitos instrumentistas. Leandro Silveira é baterista das bandas: Mary’s Secret Box, Don Capone e Creendence Cover, fora isso tem um projeto acústico com sua esposa, projeto este denominado “Nós”, atualmente reside em Laguna, litoral catarinense e é uma figura carimbada nos eventos da região, destaque para o carisma, amizade e o talento que só evolui a cada dia. Pô cara,…

Leia mais aqui

DORSAL ATLÂNTICA – Dividir e Conquistar – Um clássico do metal nacional

DORSAL ATLÂNTICA – Dividir e Conquistar – Um clássico do metal nacional

DORSAL ATLÂNTICA – DIVIDIR E CONQUISTAR   A banda carioca Dorsal Atlântica certamente é uma das mais cultuadas e respeitadas no cenário metálico nacional. Surgida em 1981 no Rio de Janeiro, a banda serviu como influência para bandas como Sepultura e Korzus. Gravaram em 1985 um split chamado ULTIMATUM juntamente com a banda Metalmorphose. Em 1986 gravaram o cru, sujo e visceral ANTES DO FIM. Em 1987 gravaram o DIVIDIR E CONQUISTAR lançado em 1988. Em 1989 adquiri o álbum ANTES DO FIM e de cara me apaixonei pelas polêmicas…

Leia mais aqui

Rock Solidário: Review e cobertura fotográfica

Rock Solidário: Review e cobertura fotográfica

  Na ultima sexta-feira (25.11), Tubarão recebeu um evento mais que especial, Rock Solidário promovido pela casa Congas Music e Beer. O evento tinha como principal objetivo arrecadar fundos para a campanha “Todos com Luiza Scherer”. “Luíza Scherer, foi diagnosticada com uma doença rara na medula espinhal “Siringomielia” cervical torácica. Pessoas de todos os Lugares do Brasil tem ajudado Luiza, já que o procedimento que ela precisa fazer, é feito em Barcelona na Espanha, e custará em torno de 130,000,00. Nossa contribuição será fazendo essa noite de som solidária e…

Leia mais aqui

Death Metal Brasileiro: Exportação valorizada

Death Metal Brasileiro: Exportação valorizada

Sempre admirei muito o trabalho do Iuri “Cremo”  e receber esse convite para iniciar uma coluna junto ao Cultura em Peso foi muito foda, sei do empenho e dedicação que ele tem para com o C.E.P  e para com o underground, será uma honra compartilhar com os bangers a minha visão e opinião quanto ao Death Metal mundial, cena, bandas e tudo que o envolve !!! Nada mais justo que iniciar falando de um assunto que é  bem pertinente e latente na minha mente : O Death Metal Brasileiro Tipo…

Leia mais aqui

Mercyful Fate: O Macabro álbum “Don’t break the oath” THE OATH

Mercyful Fate: O Macabro álbum “Don’t break the oath” THE OATH

  Hoje trataremos de um disco que é considerado por muitos, inclusive por este que vos escreve, como sendo o melhor da carreira desta banda:  DON’T BREAK THE OATH – MERCYFUL FATE. Álbum lançado em 07/09/1984 trouxe de forma escancarada o satanismo. Os vocais macabros de King Diamond estão na melhor fase, os guitarristas Hank Shermann e Michael Denner formam uma dupla fantástica com riffs cortantes, intrincados e extremamente criativos, fugindo do convencional que havia na época. Na cozinha temos o baixista Timi Hansen e o baterista Kim Ruzz, dois…

Leia mais aqui

5° Restos da Carne Metal Fest – 12/11/2016 – Caxias do Sul/RS

5° Restos da Carne Metal Fest – 12/11/2016 – Caxias do Sul/RS

  5° RESTOS DA CARNE METAL FEST Subimos a serra para presenciar a 5ª edição deste fest que contou com a banda principal Armum – que esteve tocando pela primeira vez aqui no RS – e de abertura Infected Sphere, Syphilitic Abortion, Southern Warfront e HON-RA.  O evento ocorreu no Porão do Rock, bar localizado no centro da cidade, onde o palco fica realmente no porão!!! local muito legal e ambiente perfeito para um festival de metal extremo. A primeira banda de abertura foi a Infected Sphere, um Brutal Death Metal de Caxias do Sul…

Leia mais aqui

Fanzine – A literatura do underground

Fanzine – A literatura do underground

Grande parte da juventude atual já começou na era da internet, aonde as informações são vastas e a divulgação fantástica. Mas quem pegou as épocas anteriores, lembra da dificuldade das informações referente ao mundo do rock and roll. Existiam revistas, mas eram poucas e normalmente voltadas ao mercado principal ou com divulgação voltada para as grandes gravadoras. Mas assim como aconteceu com as fitas K7, os fãs também deram um jeito fácil e barato de divulgar as duas ideias. E essa filosofia veio com os Fanzines. Fanzine vem da mistura…

Leia mais aqui

Velharia: Fitas K7, as mp3 do passado

Velharia: Fitas K7, as mp3 do passado

Velharia  Do Dicionário: Tudo o que é próprio de pessoa idosa. [Pejorativo] Objeto velho de pouco valor; traste. Uso ou costume antigo, ultrapassado. Termo obsoleto. Mais de 60 anos… essa é a idade estimada (e muito variada) do nosso querido rock and roll. E apesar desse tempo, com várias mudanças, novos estilos, nova roupagem e novos personagens ele ainda está por aqui. Mas o objetivo dessa coluna não é falar do atual e sim do que já foi, do que já passou e principalmente o que influenciou as pessoas nesse…

Leia mais aqui

Tysondog – Um clássico dos anos 80

Tysondog – Um clássico dos anos 80

Dando o ponta-pé inicial escreverei a respeito de um grande álbum dos anos 80 (mais precisamente 1984), da NWOBHM (New Wave of  British Heavy Metal), da banda TYSONDOG – Beware of the Dog. Meu primeiro contato com este clássico aconteceu por volta de 1987 com a  música  The Inquisitor em uma coletânea feita numa fita k7. Sim, eu sou do tempo em que fitas k7 eram praticamente a única forma de socializar de forma barata as músicas. Em 1991 tive a oportunidade de adquirir o LP da banda. Grata surpresa!!!…

Leia mais aqui

[VIDA DE BATERA] Entrevista: Wagner Barros

[VIDA DE BATERA] Entrevista: Wagner Barros

  Wagner Barros, 43 anos,  baterista a mais de 25 anos, é técnico em contabilidade e mora atualmente na cidade de Içara/SC, casado e sem filhos, passou por várias bandas de Santa Catarina e é uma figura presente nos eventos da região. Amante do Death Metal e de Black Metal, o Metal inclusive pulsa em suas veias desde a infância.   Confira a entrevista Cultura em Peso: Bom, para começar meus trabalhos no Cultura em peso, não poderia começar em melhor estilo, vou entrevistar um dos melhores amigos que fiz no…

Leia mais aqui
1 2 3 8