APOCALYPTICA 20 anos de ‘Plays Metallica by Four Cellos’ Tour 2017

Quando:
21 de novembro de [email protected]:00 – 23:45
2017-11-21T21:00:00-02:00
2017-11-21T23:45:00-02:00
Onde:
Opinião Bar
R. José do Patrocínio
834 - Cidade Baixa, Porto Alegre - RS, 90050-002
Brasil
Custo
125,00
Contato:

APOCALYPTICA

20 anos de ‘Plays Metallica by Four Cellos’ Tour 2017

21 de novembro 2017 @ Opinião – PORTO ALEGRE

=> Início das vendas sexta-feira, 31 de março, às 10h 

apocalyptica

O conjunto responsável por popularizar ao mundo que rock pode ser feito com requintes clássicos fará sua estreia em Porto Alegre neste ano. O Apocalyptica, da Finlândia, tocará dia 21 de novembro, no Opinião (Rua José do Patrocínio,834). A primeira passagem pela Capital integra a tour de comemoração dos 20 anos de lançamento de Plays Metallica by Four Cellos, disco de estreia do quarteto de cordas que será tocado na íntegra.

Confirme presença no evento aqui.

 

::: SERVIÇO APOCALYPTICA:::

Local

Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)

Classificação etária:

14 anos

Quando

Terça, dia 21 de novembro, às 21h

Cronograma

19h – abertura da casa

21h – APOCALYPTICA

Ingressos

Primeiro lote

Promocional  – R$ 125,00 *

Meia-entrada – R$ 120,00 **

Inteira – R$ 240,00

Segundo lote

Promocional – R$ 145,00 *

Meia-entrada – R$ 140,00 **

Inteira – R$ 280,00

Terceiro lote

Promocional – R$ 165,00 *

Meia-entrada – R$ 160,00 **

Inteira – R$ 320,00

* Valor reduzido, por promoção, mediante doação de 1kg de alimento não-perecível ou um agasalho que devem ser entregues na entrada do evento.

** 50% de desconto para estudantes e idosos. Para o benefício da meia-entrada  é necessário apresentar comprovação no dia do evento, ao acessar o local do show. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

HotPass: R$ 40,00

⇒ Os compradores do HotPass têm direito a entrar 30min antes dos portões abrirem para o público geral. Por isso, pedimos a quem adquirir esse tipo de acesso que esteja às 18h na entrada principal da casa de shows (sem necessidade de fila) para acessar o local às 18h30min.

ATENÇÃO: O HotPass só é válido junto ao ingresso. Sozinho, ele não dá direito ao benefício.

Pontos de venda:
Online
www.blueticket.com.br (em até 6x no cartão)

Lojas

SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA:

Youcom – Bourbon Wallig, 3º piso. Fone: (51) 2118-1186

COM TAXA DE CONVENIÊNCIA (R$5,00):

Youcom – Bourbon Ipiranga, 1º piso. Fone: (51) 3204-5210.

Youcom – Shopping Praia de Belas, 3º piso. Fone: (51) 3206-5530.

Youcom – Shopping Iguatemi.

Youcom – Barra Shopping, térreo. Fone: (51) 3206-5423.

Youcom – Novo Hamburgo (Av. Nações Unidas, 2001, segundo piso), lojas 2086/2090 | Bairro Rio Branco.

Youcom – Shopping Canoas. Fone (51) 3415-5100.

Mil Sons – Rua Coronel Vicente, 434 – Centro. Fone: 51 3226.3088.

Mil Sons – Av. Alberto Bins, 366 – Centro. Fone: 51 3228.6619.

Mil Sons – Av. Alberto Bins, 554 – Centro. Fone: 51 3224.3200.

IMPORTANTE:

A organização do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais.

Será expressamente proibida a entrada de câmeras fotográficas profissionais e semiprofissionais, bem como filmadoras de qualquer tipo.

 

Apocalyptica

 

Formada em 1993, a Apocalyptica é uma banda de rock diferenciada: explora sons baseados em violoncelo – boa parte instrumental, com alguns momentos de trabalho vocal. Seja qual for a musicalidade (de interlúdios atmosféricos a ritmos rápidos), o conjunto impressiona pela melodia, emoção e dinâmica. Já são oito discos lançados até o momento. Nessa discografia, entram composições autorais e belas interpretações de nomes de peso, como Metallica, Faith No More, Motorhead, AC/DC e Sepultura.

O disco de estreia, Plays Metallica by Four Cellos, foi justamente de releituras. Nele, os finlandeses fizeram arranjos emocionantes para músicas da banda que levou o thrash para os patamares mais altos do showbusiness. A turnê atual celebra os 20 anos de lançamento desse álbum, que será tocado na íntegra durante os shows.

A gira, iniciada ano passado, já passou por Estados Unidos e Europa. O sucesso mundo afora e as mais de duas décadas de carreira comprovam que o Apocalyptica é um fenômeno consistente, de qualidade.

“Quando fizemos o trabalho de estreia, nossa expectativa era vender umas mil cópias e tocar alguns shows. Mas, depois do lançamento, recebemos convites para fazer várias apresentações e nosso som mudou bastante. Nós percebemos que tínhamos de fazer algo ainda mais excitante. Então, em 1998, saiu Inquisition Symphony, com produção mais aprimorada. Todo mundo achava que a sensação duraria só o primeiro disco e, depois do segundo, disseram que não poderíamos fazer nada melhor, que a banda estava com os dias contato. No entanto, estamos aqui até hoje”, recorda um dos fundadores do grupo, Eicca Topinnen.

Resumo

O quê: Apocalyptica

Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)

Quando: terça-feira, 21 de novembro, 21h

Quanto: de R$ 120 a R$ 320

Informações

Abstratti Produtora

(51) 3026-3602

[email protected]

www.abstratti.com.br

www.facebook.com/abstratti

www.youtube.com/abstratti

www.twitter.com/abstratti

Homero Pivotto Jr.

Assessor de Imprensa
Abstratti Produtora
www.abstratti.com.br
facebook.com/abstratti
twitter.com/abstratti
youtube.com/abstratti
(51) 3026-3602 – comercial
(51) 8557-3136 celular
[email protected]

Comentários

comentários

Cremo é idealizador e fundador do Cultura em Peso, Asatrú, amante incondicional da fotografia e da cena underground, na qual vive intensamente há 16 anos. Formado em Redes para Computadores, é ex-vocalista das bandas La Tormenta (Grind) e Dead Bush (Punk), ambas de Minas Gerais. Ouve de Punk Rock a Metal Extremo, tendo como principais bandas na sua playlist Ratos de Porão, Napalm Death, Extreme Noise Terror, Circulo Activo, Amon Amarth, Elluvetie e Lacerated and Carbonized. Literalmente um Viking que não marca território: o mundo é sua morada. Lê constantemente sobre política, religião, história das guerras e a autodestruição humana que não aprendeu até hoje a viver com as diferenças. Some com a cena ou suma dela mesmo, agora!