Até que o cinza tomasse o laranja

Até que o cinza tomasse o laranja

  Existem tormentas sem solução, mas em todos os seus sinônimos há avisos e anunciação.   O laranja foi cobrindo os meus olhos Ate onde minha ilusão alcançava O canto esquerdo dos meus lábios sorrira, No mesmo instante em que o direito chorava. Foram minutos de vislumbre Até que o cinza tomasse o laranja E todo o meu semblante tomado por dor Lamentasse a cadavérica nuvem que tomava o céu para si. Os pássaros ruiam um Si maior E as arvores assuviavam um desespero em Dó, Bati meus pés no…

Leia mais aqui